Grito dos Excluídos mostra o quanto o Brasil deve avançar rumo à justiça social e combate ao golpe, afirma vereador

Cartaz anuncia 'Grito dos Excluídos' em Salvador.

Cartaz anuncia ‘Grito dos Excluídos’ em Salvador.

O vereador Hilton Coelho (PSOL) afirma que a verdadeira libertação do Brasil e a justiça social serão conquistadas pelo povo brasileiro e o baiano, em especial. Ele afirma que “um exemplo de mobilização independente é o Grito dos Excluídos que desde 1995 realiza-se no dia 7 de setembro. Participaremos e mostraremos que cidadania ativa e a construção de uma nova sociedade, justa, solidária, plural e fraterna só se consolidam com ação coletiva e nunca através de um golpe institucional como o que agora enfrentamos. Queremos construir uma Bahia e uma Salvador para a maioria da população e um Brasil igualitário e democrático”.

O lema do Grito nasceu, este ano, a partir de uma afirmação do Papa Francisco. Assim, se chegou a “Este sistema é insuportável: exclui, degrada e mata” Hilton Coelho acrescenta que a participação do PSOL se dará no campo da solidariedade e militância ativa. “Não queremos transformar um movimento coletivo em uma ação eleitoral. Isso seria oportunismo. Nossa presença se dá como ativistas e militantes sociais que somos. Reafirmaremos a defesa que fazemos da democracia, contra o golpe institucional implantado e reafirmar que só haverá justiça quando se assegurar os direitos básicos da população de baixa renda: terra e trabalho, educação e saúde, transporte e segurança, alimentação de qualidade, entre outros. Este momento de ação popular é importante para fortalecer o compromisso que temos pela construção de uma sociedade igualitária”, finaliza.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]