Feira de Santana: vereadora Eremita Mota chama atenção para ressarcimento da taxa de inscrição do concurso público

Vereadora Eremita Mota critica falta de devolução do valor das inscrições do concurso da Câmara Municipal de Feira de Santana.

Vereadora Eremita Mota critica falta de devolução do valor das inscrições do concurso da Câmara Municipal de Feira de Santana.

Também comentando sobre o concurso público da Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB) defendeu que seja feito um esclarecimento oficial aos cidadãos e cidadãs que pagaram a taxa de inscrição e não foram ressarcidos, após o cancelamento do processo seletivo pela Justiça, em 2014.

“Concordo com o ressarcimento da inscrição do concurso, encontro com pessoas que cobram isso. É uma coisa que a Câmara já deveria ter tomado providências com relação ao outro presidente, porque ficou muito feio para esta Casa e, às vezes, nós que estamos aqui. Não participamos, mas estamos inseridos no processo, porque somos vereadores. Muitas vezes, ficamos calados, não temos debatido isso. Fico sem entender até hoje porque esse dinheiro não voltou para o bolso das pessoas”, afirmou.

A vereadora continuou: “fazer o concurso ou não fazer, nunca tive acesso para saber, não faço parte da Mesa Diretiva, mas quero colocar minha posição contrária com relação à inscrição do concurso feita na gestão do vereador Justiniano. Acho que o dinheiro do povo tem que ser devolvido, mas até hoje não entendi que Justiça é essa que ainda não resolveu a questão”, criticou.

Eremita ressaltou que nem sempre o vereador pode solucionar os problemas que ocorrem no Legislativo. “Às vezes, as pessoas têm o entendimento de que tudo podemos resolver, mas existem as hierarquias, presidente, vice e a Mesa. Acho que o ex-presidente, esta Casa deveria ter dado uma explicação concreta e o retorno do dinheiro”, cobrou.

A vereadora afirmou que a procura pelo concurso público da Câmara foi muito grande, sobretudo por conta do desemprego. “A demanda por emprego é tão grande que eu sei o sacrifício que muitos fizeram para fazer as inscrições”, disse.

A edil afirmou  que não entende o fato de outras pessoas não terem se manifestado, uma vez que apenas um cidadão apareceu na Casa da Cidadania para protestar. “O movimento social é importante, quando as pessoas se unem em prol de objetivo fica melhor. Não sei por que esta Casa ficou vazia? Quero parabenizar pela sua coragem de ficar com a placa”, disse Eremita, se referindo ao manifestante que se fez presente nas galerias.

Outras publicações

Projeto do BRT é apresentado na Câmara Municipal de Feira de Santana Marco Antonio Diniz: “É um programa onde a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, por meio de um financiamento, fará implementações no sistema viá...
Eleições 2016 – Feira de Santana: “Foi uma campanha de muito amor”, avalia vereadora Gerusa Sampaio Gerusa Maria Bastos Silva Sampaio é filiada ao Democratas e participou do pleito de 2016 através da coligação ‘O trabalho continua’, formada pelo PRB...
Feira de Santana: cresce desconforto dos vereadores com permanência da secretária Anaci Paim na administração municipal Aumenta a grau de pressão dos vereadores, tanto por parte da oposição como dos que compõem a base do governo, para que o prefeito Tarcísio Pimenta afa...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br