Feira de Santana: vereador comenta sobre serviços de infraestrutura urbana e greve dos bancários

Vereador David Neto repercute pavimentação de rua e greve bancária.

Vereador David Neto repercute pavimentação de rua e greve bancária.

No uso da tribuna, no tempo do grande expediente desta terça-feira (06/09/2016), na Câmara Municipal de Vereadores, o vereador David Neto (DEM) rebateu o pronunciamento do colega Edvaldo Lima (PP) sobre a pavimentação da rua Pitombeira, situada no bairro Campo Limpo.

David começou o pronunciamento afirmando que têm irmãos evangélicos que são convertidos e outros convencidos. “Alguns chegam à igreja, escolhem seguir o chamado de Deus, seguir o caminho e se desvestir de muita coisa, inclusive da mentira.  Pastor Edvaldo Lima sobe nesta tribuna e diz que a Pitombeira teve apenas 150 metros de pavimentação. Não conhece a rua. Eu pedi ao ex- prefeito Tarcízio Pimenta a pavimentação desta rua e foram feitos 600 metros.  O vereador não lembra que o Governo do Estado esqueceu da estrada de Bonfim de Feira, que precisa de asfalto. Há quanto tempo aqueles buracos estão ali? Até o jornal publicou uma charge relatando a situação da estrada”, disse David Neto.

Em aparte, o edil Alberto Nery (PT) fez a defesa do Governo do Estado. “Vossa Excelência conhece, tanto quanto eu, como a coisa pública funciona. A vontade do Governo do Estado é mandar caçambas para melhorar aquela estrada, mas tem que cumprir com a legalidade e dia 20 haverá esta licitação”, defendeu.

De volta com a palavra, David garantiu que se o governador fosse atuante em Feira de Santana a cidade já tinha sido contemplada com outro hospital. “O governador está deixando a desejar: no Clériston Andrade as pessoas estão jogadas no corredor, no Hospital da Criança faltam procedimentos e profissionais. Acho que esse Governo que está tem que mudar. Em dois anos vão colocar ACM  Neto”, disse.

Também em aparte, Edvaldo Lima (PP) disse que refrescaria a memória dos colegas em relação à pavimentação da rua Pitombeira. “Foram dois momentos: o primeiro, onde foram 600 metros, e não foi o prefeito quem fez, e o segundo momento, onde ele pavimentou 150 metros. Quando fiz a indicação pedi a pavimentação de toda a rua e não apenas 150 metros. Quero ver o contrato para saber quantos milhões foram gastos para esta pavimentação”, falou.

No uso da palavra, David disse que o que importa não é quem fez ou deixou de fazer. “O importante é discutir e levar benefícios para a população. Temos vários locais precisando de pavimentação e temos que ajudar o prefeito a levar esses benefícios”, concluiu.

Greve

Ainda em seu tempo na tribuna, David chamou atenção para a greve deflagrada hoje (06) pelos bancários. “Essa greve deixa nossos comerciantes inseguros. Gostaria de saber por que a greve só acontece em período eleitoral. Por que não fazem fora do pleito? Porque os banqueiros deixam esse movimento acontecer?”, questionou.

Outras publicações

CMFS: vereador Marcos Lima diz que redução de velocidade é para arrecadar dinheiro Marcos Lima critica governo municipal. Redução de velocidade é para arrecadar dinheiro A redução da velocidade em algumas vias de Feira de Santana,...
Ronny é eleito presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana 18 vereadores elegem Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny) presidente da Casa da Cidadania. A Câmara Municipal de Feira de Santana realizou, na manh...
Vereador David Neto critica atendimento nos cartórios de Feira de Santana e pede providências David Neto: Quando houve a privatização dos cartórios, tirando os cartórios do Fórum, foi para que melhorasse. Mas a população está sendo humilhada, ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br