Eleições 2016: mesmo tendo participado da usurpação que tomou o poder da República, ACM Neto não pode ser chamado de golpista durante horário eleitoral gratuito

TRE-BA nega recurso à coligação “Sim para Salvador”.

TRE-BA nega recurso à coligação “Sim para Salvador”.

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) negou recurso interposto por Alice Portugal (PCdoB), candidata à prefeita da capital baiana pela coligação “Sim para Salvador” (PC do B/PT /PSD/PTN e PSB). Em sessão realizada nessa segunda-feira (12/09/2016), a Corte decidiu, por maioria de votos, manter a decisão zonal, que havia determinado a retirada de trechos da propaganda de Alice em que aparece o termo “golpista”, associado à imagem do prefeito ACM Neto (DEM), candidato à reeleição.

O juiz relator Paulo Roberto Lyrio Pimenta considerou que as referidas peças caracterizaram prática de calúnia e difamação e que as expressões “golpe” e “golpista” foram usadas de forma aleatória para violar a honra e a imagem do gestor. Segundo o magistrado, não se pode qualificar como “golpe” o apoio ao processo do impeachment.

Divergências

O juiz Marcelo Junqueira Ayres Filho foi o primeiro a divergir do voto do relator. Ao comentar a veiculação questionada por Neto, em que o locutor diz “pra golpista eu digo não, pra Alice eu digo sim”, o magistrado entendeu que a proibição do termo é uma forma de censura. “Impedir de falar a palavra golpe é censurar”, afirmou. O juiz Fábio Alexsandro Bastos também discordou do voto e ressaltou que o uso da palavra não causou dano ao recorrido, já que o tema tem sido discutido amplamente pelos eleitores.

Os demais membros da Corte Eleitoral Baiana; juíza Patrícia Cerqueira Kertzman Szporer, juiz Gustavo Mazzei Pereira, e o vice-presidente desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano; acompanharam o relator.

Indeferidos

Na mesma sessão, os membros do TRE-BA julgaram outros 45 recursos referentes aos pedidos de registros de candidatura. Desses, a Corte decidiu negar, por unanimidade, o recurso do candidato a vereador de Salvador, Ednaldo da Conceição, o Nal do Canal (PHS). Na ocasião, o juiz relator Marcelo Junqueira Ayres Filho, manteve a decisão do juiz zonal em indeferir a candidatura por não apresentar condições mínimas de instrução.

Consulta e decisões

O interessado pode acompanhar a situação do registro do candidato por meio do DivulgaCand, sistema responsável pela divulgação das candidaturas.  No site do TRE-BA também é possível ter acesso às pautas e as decisões do plenário, no menu principal, na aba “Área Jurídica”.

A próxima sessão de julgamentos de recursos referentes aos registros de candidatos está marcada para quarta-feira (14/9), às 15h, na Sala de Sessões do Tribunal baiano.

Outras publicações

Salvador: Ju Moraes recebe Daniela Mercury e lota primeira edição do Botequim D’Ju em 2015 Ju Moraes e Daniela Mercury no Red River Café. Sucesso absoluto no último mês de dezembro de 2014, o Botequim D’Ju voltou ao palco do Red River Café...
Salvador: campanha do hospital Martagão Gesteira recebe reforço digital Cantor Saulo Fernandes figura na campanha em apoio ao hospital Martagão Gesteira. Esta semana, 200 mil clientes da Vivo vão receber uma mensagem par...
Espetáculo retrata vida e obra de Ariano Suassuna Pela primeira vez um texto teatral é produzido em homenagem ao poeta, romancista e dramaturgo Ariano Suassuna, abordando fatos de sua vida e realizand...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br