Convite a todos os estudantes de 13 a 18 anos para participar da edição 2016 da competição global de ciência e matemática em vídeo

A Fundação Breakthrough Prize anunciou o lançamento de segundo 'Breakthrough Junior Challeng.

A Fundação Breakthrough Prize anunciou o lançamento de segundo ‘Breakthrough Junior Challeng.

A Fundação Breakthrough Prize anunciou hoje (01/098/206) o lançamento de segundo ‘Breakthrough Junior Challenge’, uma competição global de ciência e matemática para estudantes, projetada para inspirar o pensamento criativo sobre conceitos fundamentais em ciências da vida, física ou matemática.

“O prêmio Breakthrough Junior Challenge encoraja a próxima geração de cientistas e líderes a nos ajudar a entender princípios científicos de maneiras novas e originais”, disse a cofundadora da Breakthrough Prize dra. Priscilla Chan. “Esperamos que estudantes de todo o mundo irão participar do Breakthrough Junior Challenge e estou ansiosa para ver seus trabalhos incríveis. Como aprendemos no ano passado, as perspectivas únicas dos estudantes e seus pensamentos inovadores podem nos ensinar a importância de princípios científicos complexos em nossas vidas cotidianas”.

Um video da dra. Chan lançando o Breakthrough Junior Challenge pode ser visto aqui: Vídeo do lançamento do Breakthrough Junior Challenge.

Estudantes de 13 a 18 anos de todos os países são convidados a criar vídeos originais (de até cinco minutos de duração), que ilustrem um conceito ou teoria de ciências da vida, de física ou de matemática. Os vídeos serão julgados com base na capacidade do estudante de comunicar ideias científicas complexas de maneira envolvente, esclarecedora e imaginativa. O prazo para inscrições termina em 10 de outubro de 2016. Os estudantes podem se registrar para participar em www.breakthroughjuniorchallenge.org.

Um vencedor será reconhecido e premiado com uma bolsa de estudos de $ 250.000. O professor de ciência que inspirou o estudante vencedor irá ganhar $ 50.000. A escola do aluno vencedor irá ganhar um laboratório de ciência de alto nível tecnológico avaliado em $ 100.000.

No ano que vem, o Breakthrough Junior Challenge irá incorporar uma competição com “Voto Popular”. Todos os vídeos semifinalistas serão postados para o público ver na página oficial no Facebook da Breakthrough Prize e o vídeo que receber mais “likes” será declarado o vencedor pelo “Voto Popular”. O vencedor pelo “Voto Popular” será automaticamente colocado na rodada de finalistas e irá concorrer para vencedor geral do desafio.

O vencedor do desafio no ano passado foi o estudante Ryan Chester, de 18 anos, da North Royalton High School, em Ohio. O vídeo de Ryan, intitulado “Algumas maneiras legais de entender a teoria especial da Relatividade e o que isso significa sobre o tempo” (“Some Cool Ways to Understand the Special Theory of Relativity and What It Means About Time”), explorou a teoria de Albert Einstein sobre a relatividade especial e foi notado pelos juízes por sua sagacidade, clareza e criatividade. O vídeo se tornou uma atração global e teve perto de quatro milhões de visualizações online. Em setembro, Ryan irá se matricular na Universidade de Harvard.

“Vencer o Breakthrough Junior Challenge mudou minha vida, especialmente por me ajudar a abrir opções para universidades. Originalmente, meu plano era ir para uma universidade pública em Ohio. Essa era a opção mais acessível. Depois de vencer o “Challenge” (“Desafio”), qualquer universidade se tornou acessível. Agora eu vou para Harvard, que antes sequer levei em consideração” disse Chester. “Meu conselho aos participantes deste ano seria faça pesquisas, definitivamente. Certifique-se de entender o tópico melhor do que precisaria. E adicione uma pitada de humor”.

Em 2015, a competição recebeu mais de 2.000 inscrições qualificadas, vindas de 86 países, entre os quais os Estados Unidos, Índia, México, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, Japão, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Brasil, Tailândia, Turquia, Vietnã, Noruega, França, Israel e Peru.

“O Breakthrough Junior Challenge é diferente de qualquer outra competição no mundo e as respostas esmagadoramente positivas, em seu primeiro ano, demonstraram exatamente isso”, disse a juíza do Breakthrough Junior Challenge, autora e educadora Lucy Hawking. “Mais de 2.000 estudantes inscreveram vídeos realmente únicos e inteligentes. Mal posso esperar para ver o que os próximos competidores irão apresentar. Estou tão satisfeita por ver o progresso do vencedor do ano passado, o estudante Ryan Chester, e ansiosa para ver o que os participantes deste ano irão produzir. Também estou honrada por integrar mais uma vez o painel de juízes”.

Neste ano, o vencedor do Breakthrough Junior Challenge será reconhecido em uma cerimônia de premiação da Breakthrough Prize no Vale do Silício (Silicon Valley). O estudante vencedor e seu professor serão anunciados e o vídeo colocado em primeiro lugar será apresentado durante um show televisionado nacionalmente, cujos detalhes serão anunciados mais tarde.

“Quando os estudantes são desafiados a criar vídeos que tornam importantes conceitos científicos e matemáticos mais claros, relevantes e envolventes para o público em geral, a ciência em geral se torna mais acessível a todos. E isso ajuda a desmistificar as noções sobre quem pode e deve fazer ciência”, disse a dra. Mae Jemison, especialista em literatura científica, ex-astronauta e diretora da 100 Year Starship, uma iniciativa global independente que visa assegurar que a capacidade para viagens humanas além de nosso sistema solar para outra estrela venha a existir nos próximos 100 anos. “Me sinto particularmente estimulada por ser uma juíza no Breakthrough Junior Challenge porque a acessibilidade, a inclusão e a desmistificação das ciências são fundamentais para meu compromisso de longa data de melhorar a educação e o hábito de leitura na área da ciência”.

Os vídeos incluídos em uma lista menor (short list) serão examinados por laureados da Breakthrough Prize e outros líderes em ciência, tecnologia e educação da organização parceira The Khan Academy. Além de criar e produzir seus próprios vídeos, os estudantes também terão a oportunidade de participar da atribuição de pontos, de colegas para colegas, para os vídeos inscritos.

“Estamos orgulhosos pela parceria com a Breakthrough Prize para o Breakthrough Junior Challenge mais uma vez, neste ano”, disse o fundador da Khan Academy, Sal Khan. “Criar uma explicação clara e envolvente em vídeo de um conceito complexo é uma ótima maneira de demonstrar maestria e de ajudar outros a entender e gostar da matéria também”.

O Breakthrough Junior Challenge é financiado por Mark Zuckerberg e Priscilla Chan e Yuri e Julia Milner, através da Fundação Breakthrough Prize, com base em uma subvenção do fundo de Mark Zuckerberg na Fundação Silicon Valley Community e uma subvenção da Fundação Milner Global.

O Breakthrough Junior Challenge é uma iniciativa global para desenvolver e demonstrar o conhecimento de ciência e princípios científicos de estudantes, gerar entusiasmo sobre esses campos, apoiar escolhas de carreira em campos da STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática) e estimular a imaginação e o interesse do público em geral sobre conceitos essenciais da ciência fundamental.

A Breakthrough Prize

Fundada em 2012 por Sergey Brin e Anne Wojcicki, Yuri e Julia Milner e Mark Zuckerberg e Priscilla Chan, a Breakthrough Prize é uma premiação anual que honra realizações excepcionais em ciências da vida, física e matemática. O prêmio objetiva celebrar cientistas e gerar estímulo sobre a atividade na ciência como uma carreira. Os laureados de cada prêmio são escolhidos pelo respectivo Comitê de Seleção, composto por recipientes anteriores do prêmio. Em novembro de 2014, dois dos fundadores, Yuri Milner e Mark Zuckerberg, anunciaram o “New Horizons in Mathematics Prize” (Novos Horizontes em Prêmios de Matemática) para matemáticos promissores, que serão concedidos junto com o atual “New Horizons in Physics Prize” (Novos Horizontes em Prêmio de Física).

Para mais informações sobre os prêmios da Breakthrough Prize: www.breakthroughprize.org.

Parceiros

A Khan Academy é uma organização sem fins lucrativos 501(c) 3 com a missão de oferecer educação gratuita, de  classe mundial, a qualquer um, em qualquer lugar. Acreditamos que os estudantes de todas as idades devem ter acesso gratuito e ilimitado ao melhor conteúdo educacional e que devem ser capazes de consumir e dominar esse conteúdo em seu próprio ritmo. Além disso, acreditamos que existem oportunidades incríveis para o uso inteligente de desenvolvimento de software, analítica intensa de dados e interfaces intuitivas do usuário, para apresentar de forma mais eficaz esses recursos educacionais a estudantes e professores de todo o mundo. Nossa biblioteca de conteúdos cobre uma grande variedade de tópicos, do jardim de infância ao início do curso universitário, em matérias como matemática, biologia, química, física, economia, finanças e história. Temos mais de 37 milhões de estudantes registrados e já fornecemos mais de 700 milhões de lições e 4,85 bilhões de exercícios. Para mais informações, visite www.khanacademy.org.

O laboratório da Breakthrough Prize para a escola do estudante vencedor foi projetado, em parceria, pelo Cold Spring Harbor Laboratory (CSHL). Estalecido em 1890, o CSHL conformou a pesquisa e a educação biomédicas contemporâneas. Seu campus de Nova York tem 1.100 acadêmicos, estudantes e empregados e recebe mais de 12.000 cientistas visitantes a cada ano, para conferências e cursos mundialmente renomados. O DNA Learning Center (Centro de Ensino do DNA) do CSHL é o maior fornecedor mundial de instrução em laboratório para estudantes de genética molecular e para treinamento de professores. Os materiais e métodos desenvolvidos pelo DNA Learning Center podem ser acessados gratuitamente através de mais de 20 websites educacionais premiados. O braço de educação do Laboratório também tem uma editora acadêmica, um think tank (grupo de catalisadores de ideias) de política científica e um programa de pós-graduação em ciências biológicas. Visite www.cshl.edu.

O Breakthrough Junior Challenge também fez parceria com a National Geographic para ajudar a atingir entusiastas, educadores e estudantes da ciência e da matemática em todo o mundo. Os canais da National Geographic nos EUA são uma joint-venture entre a National Geographic e a Fox Cable Networks. Os canais contribuem com o compromisso da National Geographic Society de exploração, conservação e educação com programas inovadores e inteligentes e lucros que apoiam diretamente essa missão.

Contato

Para mais informações, incluindo as regras da competição, diretrizes para inscrição de vídeos e tirar dúvidas, visite www.breakthroughjuniorchallenge.org.

Outras publicações

Cultura italiana é tema de evento gratuito na UNEB A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) promove, de quarta-feira a sábado da próxima semana (9 a 12), o 2º Junho de 2010 de Cultura Italiana (Giugno ...
Secti convoca escolas para agendar visita à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 Secti convoca escolas para agendar visita à SNCT. Com entrada gratuita, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 (SNCT) deve receber, entre os...
Presidenta Dilma Rousseff defende que royalties e recursos do pré-sal sejam aplicados exclusivamente na educação Dilma Rousseff: “Um governo só pode cumprir bem seu papel se tiver vontade política e contar com verbas suficientes. Por isso é importante que o Cong...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br