Contra o fascismo: “Se querem me acusar, mostrem uma prova”, diz ex-presidente Lula em evento em Fortaleza

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez sua primeira visita a uma cidade do Nordeste desde que a força-tarefa da Operação Lava-Jato apresentou denúncia contra ele.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez sua primeira visita a uma cidade do Nordeste desde que a força-tarefa da Operação Lava-Jato apresentou denúncia contra ele.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na quarta-feira (21/09/2016) em Fortaleza que não roubou e que não aceita a “ideia de que um grupo de jovens procuradores digam que não têm provas, mas têm convicção.” Ele falou durante um comício em Fortaleza da candidata do PT à prefeitura da capital cearense, Luizianne Lins.

Esta é a primeira visita de Lula a uma cidade do Nordeste desde que a força-tarefa da Operação Lava-Jato apresentou denúncia contra ele com a acusação de que o ex-presidente havia recebido propina de empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras. Na terça-feira (20), o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos gerados no âmbito da Lava-Jato,aceitou a denúncia.

“Eu quero dizer para eles: peguem a convicção de vocês e façam o que quiserem, mas se querem me acusar, mostrem uma prova. Não quero estar acima da lei”, disse Lula. “Se eles provarem que tem R$ 10 de desvio na minha vida, não preciso do julgamento deles, mas do de vocês. Se não tiver, que tenham a grandeza de pedir desculpa a mim e à minha família.”

O comício foi feito na Praça do Ferreira, no centro da cidade, um dos cartões-postais de Fortaleza. Milhares de pessoas participaram do ato. Lula estava acompanhado do presidente nacional do PT, Rui Falcão, e do presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas. Durante a manhã, Lula esteve nas cidades de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, na região do Cariri, e em Iguatu, no centro-sul do estado. Lula estará amanhã (22) em Natal (RN) e no Recife (PE).

Lula também criticou o processo do impeachment de Dilma Rousseff, dizendo que a retirada da presidenta do poder significou a cassação do voto e a invalidade do título de eleitor dos brasileiros. Ele também alfinetou Fernando Henrique Cardoso, ao relatar que o ex-presidente teria dito que os nordestinos eram ignorantes e que Dilma havia sido eleita com os votos do Nordeste. A suposta fala de FHC foi divulgada em 2014, mas desmentida por ele.

Outro assunto comentado por Lula durante o comício foi a eleição de 2018. “É cedo para falar em 2018, porque ainda não resolvemos 2016.” O ex-presidente disse que há suposições de que as acusações contra ele sejam uma estratégia de inviabilizar uma possível candidatura sua na próxima eleição para presidente. “Se o problema deles é com 2018, eu não tenho nenhuma disposição hoje, mas, se precisar, se preparem porque eu vou voltar.”.

Outras publicações

Lula critica Israel por construir casas em assentamento palestino Presidente da Palestina, Mahmoud Abbas e Lula que foi taxativo ao afirmar que “o Brasil entende que deva parar imediatamente qualquer novo assentamen...
Saída para crise econômica é combater o desemprego, afirma a presidenta da república Dilma Rousseff A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (07/11/2011) que a saída para crise econômica mundial é enfrentar o desemprego. Segundo ela, essa foi a respost...
Ex-presidente Fernando Henrique visita Lula no hospital O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso visitou hoje (27/03/2012) de manhã o também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Hospital Sírio-Libanê...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br