Com investimento de R$ 15 milhões, ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Feira de Santana entre em fase final, anuncia governo Rui Costa

Estação de tratamento de esgotos sanitários (ETE Jacuípe), localizada em Feira de Santana. Moradores da área da Bacia do Jacuípe já estão utilizando o serviço.

Estação de tratamento de esgotos sanitários (ETE Jacuípe), localizada em Feira de Santana. Moradores da área da Bacia do Jacuípe já estão utilizando o serviço.

A segunda etapa das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Feira de Santana, na área da Bacia do Jacuípe, entrou na fase final, com mais de 85% do cronograma de serviços executado. Com investimento da ordem de mais de R$ 15 milhões, o empreendimento foi responsável pela implantação de mais de 18 mil metros de redes e ramais prediais de esgoto no bairro Tomba, além de anexar o sistema de esgotamento do Conjunto Viveiros.

Cerca de 1.500 famílias já possuem a ligação de esgoto em funcionamento na área. “É um projeto essencial para a comunidade, pois é fundamental que o esgoto não seja jogado de qualquer forma no meio ambiente. Com esse sistema, sabemos que o esgoto passa por um tratamento e nos livramos do mau cheiro e das águas servidas jogadas na rua, o que era comum aqui”, afirmou a agente comunitária de saúde Elisângela Alves, moradora do Tomba.

De acordo com o gerente de esgotamento sanitário da Embasa em Feira de Santana, Antônio Carlos de Oliveira, a obra contribui para a melhoria da qualidade de vida da população. “Temos boa parte do Tomba, bairro mais populoso da cidade, com a rede de esgotamento implantada e isso se traduz em mais saúde, na medida em que retiramos o esgoto que era lançado nas vias públicas e ele passa a ser devidamente tratado”, informa. “Chamamos a atenção dos moradores para que façam suas ligações intradomiciliares à nova rede, nas ruas onde o sistema já estiver em funcionamento”, alerta o gerente.

Para receber a nova demanda de esgoto a ser tratada, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Jacuípe II também passou por melhorias. Foram construídas dez lagoas de lodo, um módulo com dois Digestores Anaeróbios de Fluxo Ascendente (DAFAs). Também foi realizada a urbanização da ETE, Além das unidades de tratamento foi feita a urbanização com arruamento, plantio de grama, instalação de placas, melhorando o aspecto visual da estação como um todo.

Bacia Subaé

A outra área de intervenção para ampliação do sistema de esgoto, a Bacia do Subaé, também está com obras em andamento. Com cerca de 75% do cronograma de serviço já executado, o sistema vai contemplar os bairros Panorama, Sítio Matias, Feira VII, Luciano Barreto, Francisco Pinto, Fraternidade, Aviário e 35º Batalhão de infantaria, com um investimento de mais de R$ 36 milhões.

Trabalho técnico social

Durante a execução das obras de expansão do sistema, também é desenvolvido um trabalho social nos bairros por onde passam as intervenções. As equipes realizam visitas domiciliares de orientação e cadastramento, reuniões comunitárias e cursos sobre saneamento junto a agentes de saúde e professores da rede pública e privada de ensino. A equipe social também alerta para o uso adequado do sistema, que deve ser usado apenas para o lançamento de esgoto, já que lixo, areia e a água das chuvas podem causar entupimentos e obstruções na rede.

Moradores da área da Bacia do Jacuípe já estão utilizando o serviço

A segunda etapa das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Feira de Santana, na área da Bacia do Jacuípe, entrou na fase final, com mais de 85% do cronograma de serviços executado. Com investimento da ordem de mais de R$ 15 milhões, o empreendimento foi responsável pela implantação de mais de 18 mil metros de redes e ramais prediais de esgoto no bairro Tomba, além de anexar o sistema de esgotamento do Conjunto Viveiros.

Cerca de 1.500 famílias já possuem a ligação de esgoto em funcionamento na área. “É um projeto essencial para a comunidade, pois é fundamental que o esgoto não seja jogado de qualquer forma no meio ambiente. Com esse sistema, sabemos que o esgoto passa por um tratamento e nos livramos do mau cheiro e das águas servidas jogadas na rua, o que era comum aqui”, afirmou a agente comunitária de saúde Elisângela Alves, moradora do Tomba.

De acordo com o gerente de esgotamento sanitário da Embasa em Feira de Santana, Antônio Carlos de Oliveira, a obra contribui para a melhoria da qualidade de vida da população. “Temos boa parte do Tomba, bairro mais populoso da cidade, com a rede de esgotamento implantada e isso se traduz em mais saúde, na medida em que retiramos o esgoto que era lançado nas vias públicas e ele passa a ser devidamente tratado”, informa. “Chamamos a atenção dos moradores para que façam suas ligações intradomiciliares à nova rede, nas ruas onde o sistema já estiver em funcionamento”, alerta o gerente.

Para receber a nova demanda de esgoto a ser tratada, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Jacuípe II também passou por melhorias. Foram construídas dez lagoas de lodo, um módulo com dois Digestores Anaeróbios de Fluxo Ascendente (DAFAs). Também foi realizada a urbanização da ETE, Além das unidades de tratamento foi feita a urbanização com arruamento, plantio de grama, instalação de placas, melhorando o aspecto visual da estação como um todo.

Bacia Subaé

A outra área de intervenção para ampliação do sistema de esgoto, a Bacia do Subaé, também está com obras em andamento. Com cerca de 75% do cronograma de serviço já executado, o sistema vai contemplar os bairros Panorama, Sítio Matias, Feira VII, Luciano Barreto, Francisco Pinto, Fraternidade, Aviário e 35º Batalhão de infantaria, com um investimento de mais de R$ 36 milhões.

Trabalho técnico social

Durante a execução das obras de expansão do sistema, também é desenvolvido um trabalho social nos bairros por onde passam as intervenções. As equipes realizam visitas domiciliares de orientação e cadastramento, reuniões comunitárias e cursos sobre saneamento junto a agentes de saúde e professores da rede pública e privada de ensino. A equipe social também alerta para o uso adequado do sistema, que deve ser usado apenas para o lançamento de esgoto, já que lixo, areia e a água das chuvas podem causar entupimentos e obstruções na rede.

Outras publicações

Núcleo de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas na Bahia atendeu mais de 20 vítimas Ação do Governo do Estado marca o Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças. De julho até o momento, mais de 2...
Polícia Militar descobre laboratório de cds e dvds piratas em Feira de Santana Os policiais militares da Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) apreenderam, na noite desta terça-feira (08/05/2012), centenas de cds e dvds ...
Investimento de R$ 1,3 milhão reforça agricultura em 12 municípios baianos Deputado Zé Neto e governador Rui Costa ao lado de produtores rurais, durante entrega de tratores. Governo da Bahia entrega tratores à produtores...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br