38% das pacientes atendidas no Hospital da Mulher são de outros municípios, informa Prefeitura de Feira de Santana

Os atendimentos no Hospital da Mulher prestados às pacientes vindas de outros municípios – pactuados ou não com Feira de Santana, chegam a 38% de toda a demanda. Neste período, foram prestados 19.264 atendimentos no setor da emergência com avaliação e mais 6.722 partos e curetagens, procedimentos que necessitam de internamento.

Portanto, os atendimentos totalizam 25.986, sendo que deste universo 9.874 foram prestados a mulheres que não residem em Feira de Santana. Os números são relativos aos meses de janeiro a agosto, de acordo com a Fundação Hospitalar de Feira de Santana, que administra o hospital.

Os meses de janeiro e junho, ambos com mais de 4,5 mil destes procedimentos, foram os que apresentaram maiores demandas neste ano. Além do atendimento às parturientes, no Hospital da Mulher são realizadas consultas na área da pediatria em diversas especialidades médicas.

O hospital também oferece o método Mãe Canguru, que é um tipo de humanização onde o recém-nascido prematuro mantém contato pele a pele com a mãe, favorecendo o seu desenvolvimento.

Outras publicações

Governo da Bahia cria Centro de Operações de Emergências em Saúde Governo da Bahia cria Centro de Operações de Emergências em Saúde. Na quinta-feira (10/12/2015) entra em funcionamento o Centro de Operações de Emer...
Feira de Santana vai sediar ‘I Jornada de Oftalmologia’ Cartaz da 'I jornada de oftalmologia'. Para quem quer manter excelência e diferenciais na carreira profissional a participação em cursos e eventos d...
Sindicombustíveis Bahia alerta para a importância do toque na prevenção do câncer de mama Sindicombustível engajado na campanha de conscientização Outurbro Rosa 2016. Com o Projeto Posto Solidário, o Sindicombustíveis Bahia apoia o movime...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.