Senador Humberto Costa compara impeachment de Dilma Rousseff a golpe de 1964

Senador Humberto Costa (PT-PE).

Senador Humberto Costa (PT-PE).

O senador Humberto Costa (PT-PE) disse nesta quinta-feira (04/08/2016), na Comissão Especial do Impeachment, que o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) é “a senha para o golpe”, assim como o foi a movimentação de tropas ordenada pelo general Olímpio Mourão Filho há 52 anos, em 31 de março de 1964. Para o parlamentar do PT, o documento de 443 páginas assinado por Anastasia não prova que a presidente afastada Dilma Rousseff tenha cometido crimes.

Humberto afirmou que a edição dos decretos de créditos suplementares não justifica o impeachment de Dilma e qualificou a eventual decisão do Senado de afastar definitivamente a presidente como uma “pedalada constitucional”.

O senador acusou o presidente em exercício Michel Temer de cometer a mesma “farra fiscal” que está sendo imputada a Dilma. Para Humberto Costa, o governo Temer, “sem legitimidade, não tem condições de construir um pacto político para retirar o país da situação difícil em que se encontra”.

*Com informação da Agência Senado.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br