Secretário Paulo Souto afirma que “Salvador é a cidade que mais investe com recursos próprios”

Secretário Paulo Souto.

Secretário Paulo Souto.

Primeira capital do Brasil se destaca em índice nacional sobre desempenho tributário. O índice de Gestão Fiscal (IFGF) da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que mede o desempenho tributário de todos os municípios brasileiros desde 2006, coloca Salvador na posição destacada de terceira capital do país e primeira da Região Nordeste em desempenho em 2015. O índice demonstrou ainda que a primeira capital do Brasil é também aquela que mais faz investimentos com recursos próprios, afirmou na terça-feira (09/08/2016) o secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto.

De acordo com o secretário, 97% dos valores investidos no município são financiados com recursos próprios. Isso em todas as áreas, desde as mais essenciais, como saúde e educação, até as grandes obras, a exemplo da nova ligação entre a região de Cajazeiras e a BR-324, uma das mais importantes intervenções na área de mobilidade. “Estamos aguardando que agora finalmente cheguem recursos esperados, como aquele para a implantação do BRT que vai ligar a região da Lapa até a do Iguatemi por um trajeto completamente diferente do metrô, beneficiando outras localidades de Salvador”, afirmou Souto.

Firjan – O IFGF obtido por Salvador no ano passado foi de 0,7659, valor que representa um crescimento de 50% em relação ao apurado em 2012 (0,5108). No mesmo período, para se ter uma ideia do bom desempenho da capital baiana, houve uma queda de 13% do índice da União (caiu de 0,5079 para 0,4432). “Este resultado reflete o compromisso da atual gestão municipal, desde o primeiro dia do seu mandato, com o equilíbrio das contas públicas e a implantação da cultura da responsabilidade fiscal como condição básica para a boa governança, o que se comprova claramente com o notável crescimento deste índice em Salvador, ano após ano, a partir de 2013”, avaliou Paulo Souto.

O IFGF é formado pela ponderação de subíndices de eficiência de arrecadação, capacidade de investimentos, rigidez orçamentária expressa nos gastos com pessoal, disponibilidade líquida de caixa e custo da dívida de longo prazo.

Outras publicações

Oposição quer investigar contratações da prefeitura de Salvador Vereador quer investigar gestão de ACM Neto. Indícios de contratações irregulares são apresentados. O público torna-se extensão de inconfessáveis int...
Secretário de Comunicação de Salvador renúncia e João Henrique se encontra perdido do ponto de vista administrativo e político O secretário de Comunicação de Salvador, André Curvelo, renunciou em caráter irrevogável ao cargo. Após a conturbada administração do prefeito João H...
Deputado José Carlos Aleluia avalia gestão da educação da prefeitura de Salvador Deputado José Carlos Aleluia avalia positivamente gestão da educação da prefeitura de Salvador. “A realização mais nobre e humana do prefeito ACM Ne...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br