Salvador: ‘ Juca Chaves – Em Rítmo de Lava-Jato’ estreia no Teatro Eva Herz

Juca Chaves completou 56 anos de carreira.

Juca Chaves completou 56 anos de carreira.

Com formação em música erudita começou a compor ainda na infância. Iniciou sua carreira no fim da década de 1950, tocando modinhas e trovas num estilo suave.

Nos anos 60 montou um circo nas proximidades da Lagoa Rodrigo de Freitas, do Corte de Cantagalo. Ali apresentou seu show Menestrel, Maldito. Conforme o próprio Juca, o nome do circo era uma sigla: S de “snob”, D de “divino Dener“, R de “ralé”, U de “uanderful”, W de “water-closet”, S de “Sdruws mesmo”.

O humorista costumava contar a seguinte sobre o Sdruws, perto do qual ficava uma favela. Juca convidava para o circo políticos, empresários, também o pessoal da alta sociedade carioca e antes da primeira apresentação, resolveu reunir os líderes da favela para lhes falar com franqueza, indo direto ao assunto: “Vim aqui para saber como vai ficar o negócio do roubo?”. Uma mulher baixinha, morena (líder da favela) foi logo respondendo com firmeza: “Olha aqui seu Juca, nós entendemos a sua preocupação e lhe agradecemos pela sinceridade, mas pode o senhor ficar tranquilo, porque a nossa comunidade já se garantiu, e pediu proteção à Polícia!”.

Muitas de suas piadas ficaram famosas, marcaram época. Dentre elas temos:

“a hiena é um animal que come fezes dos outros animais, só tem relações sexuais uma vez por ano e ri. . . mas ri de quê?”

“Escotismo: um bando de garotos vestidos de idiotas, comandados por um idiota vestido de garoto” (Juca  teria pedido desculpas  por essa  frase).

Juca foi um crítico do Regime Militar, da grande imprensa e do próprio mercado fonográfico. Chegou a ser exilado em Portugal na década de 1970 mas, ao incomodar o governo de Salazar com suas sátiras que então ganharam espaço nas rádios e televisão locais, transferiu-se para a Itália.

De volta ao Brasil, apresentou programas de televisão. Na década de 1980, lançou sua gravadora independente, a  Sdruws Records. Um de seus bordões mais conhecidos é:

” Vá ao meu show e ajude O Juquinha a comprar o seu caviar”, seguido de sua risada característica.

Dentre suas canções mais conhecidas estão “A Cúmplice”, “Menina”, “Que Saudade”, “Por Quem Sonha Ana Maria” e “Presidente Bossa Nova”.

Em 2003 outro sucesso de Chaves nos anos 70 – a canção “Take me Back to Piaut”- foi editado na coletânea “Brazilian Beats Volume 4” da gravadora britânica Mr. Bongo, especializada em música popular brasileira.

Juca Chaves tem duas filhas adotadas e reside na Bahia. Também é conhecido por ser um fanático torcedor do São Paulo Futebol Clube.

Em  2010 comemorou os seus 50 anos de carreira com o “Jubileu de Ouro”, cujo espetáculo percorreu o Brasil inteiro.

Em 2011, surpreendentemente, sua música dos anos 60, Take me Back to Piauí, teve enorme repercussão no Japão numa versão remixada que atingiu em cheio a juventude, o que levou Juca Chaves a auto parodiar-se com a versão intitulada Hei hei, Ge, Ge, o Fim do Mundo vem aí.

No ano de 2012, ele segue com seu espetáculo Finalmente de Pé… Quase onde comemora 55 anos de carreira, 50 mais 10%, de uma trajetória contundente, vitoriosa, polêmica e sobretudo, inteligente.

O gênero Stand Up Comedy já era praticado por Juca Chaves nos anos 60 e segue até hoje, atual e moderno, satirizando, cotidiano com sutileza e encantando o público com suas modinhas de amor, o Menestrel do Brasil se mostra Finalmente em Pé… Quase

Agora seguindo a turnê 2015/2016, não deixando de acompanhar o momento do que está acontecendo no Brasil, realiza o espetáculo “Juca Chaves em Rítmo de Lava-Jato”.

Agenda

Quando: 03 a 24 de setembro/16 – Todo sábado | Horário: 20h

Onde: Teatro Eva Herz – Livraria Cultura do Salvador Shopping

Outras publicações

Salvador: sábado é dia de feijoada e música boa no Red River Café Músico Fernando Citro apresenta show no Red River Café. Uns optam pelos nutrientes, outros pelo sabor, alguns pela cultura popular, mas indiscutivel...
Presidente do PSC ameaça romper aliança com João Henrique, prefeito de Salvador De acordo com declarações recentes na imprensa baiana, o presidente do diretório municipal do PSC, vereador Héber Santana manifestou a insatisfação co...
Hemoba realiza coleta de sangue em Mussurunga A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) realiza a primeira coleta externa de sangue de 2010 com o Hemóvel nestas terça e quarta-feir...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br