Salvador: concurso vai eleger a Miss Bariátrica 2016

A vencedora do Miss Bariátrica 2015, Ana Paula dos Santos Resende.

A vencedora do Miss Bariátrica 2015, Ana Paula dos Santos Resende.

Elas recuperaram a saúde, conquistaram forma física e qualidade de vida e resgataram a autoestima. Trinta e cinco mulheres, que emagreceram após a cirurgia de redução do estômago, vão disputar o concurso Miss Bariátrica 2016, no próximo dia (02/09/2016), às 19h30, na Casa Salvatore, em Salvador. Em sua quarta edição, o concurso, promovido pelo Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade (NTCO), fará uma homenagem ao ritmo mais popular do Brasil. O tema deste ano será “Os 100 anos de Samba”. O evento tem caráter beneficente e os convidados devem contribuir com três quilos de alimentos não perecíveis, que serão trocados pelos ingressos na sede do NTCO até o dia 31 e vão ser doados para instituições filantrópicas.

A proposta do Miss Bariátrica é promover um estilo de vida saudável, desmitificar conceitos sobre a cirurgia bariátrica, estimular a autoestima e a autoconfiança, além de reconhecer o esforço de mulheres que conseguiram vencer a obesidade.

O desfile será realizado em duas etapas. Na primeira, as candidatas irão desfilar com uma fantasia, que deve representar o tema do evento “Os 100 anos de samba”. Já na segunda etapa, as candidatas desfilarão com traje de gala. As três participantes mais belas serão escolhidas por um juri composto por formadores de opinião, modelos e profissionais das áreas de saúde e beleza.

“Todas as candidatas do concurso já são vencedoras, elas superaram a obesidade e recuperaram a saúde,”  afirma o cirurgião Erivaldo Alves, diretor do NTCO e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). “A luta contra a obesidade exige muita força de vontade, garra, disciplina e determinação”, lembra o médico.

Obesidade

Considerada uma doença crônica, multifatorial, progressiva e que pode causar a morte precoce, a obesidade resulta de um desequilíbrio entre a quantidade de calorias ingeridas e a quantidade gasta, causando acúmulo de gordura. A doença é reconhecida, hoje, como importante problema de saúde pública. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, trata-se de uma epidemia global, decorrente de hábitos alimentares, sedentarismo e fatores genéticos. Uma pessoa com Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 30 é considerada obesa. O IMC é calculado dividindo-se o peso da pessoa em quilos por sua altura ao quadrado.

Dados do Ministério da Saúde revelam que mais da metade da população brasileira (52,5%) está com sobrepeso e, destes, 17,9% são obesos. Em Salvador,  a obesidade atinge 14,9% dos habitantes e mais da metade da população da cidade também está acima do peso. “A reeducação alimentar, uma dieta balanceada e a pratica regular de atividade física são as recomendações principais para prevenir o sobrepeso e a obesidade,” alerta Erivaldo Alves.

Entre as doenças e complicações associadas à obesidade, estão hipertensão arterial,  doenças cardiovasculares, doenças osteoarticulares, diabetes, problemas de circulação, refluxo gastroesofágico, apneia do sono, esteatose hepática (gordura no fígado), câncer, disfunções respiratórias, depressão e outros transtornos psicológicos. Quando a obesidade chega a um nível crítico e a dieta, associada às atividades físicas, não causam efeito, é necessária a intervenção médica. “O tratamento cirúrgico é recomendado em casos específicos, quando o grau de obesidade ou de doenças associadas com risco de morbidade torna a cirurgia uma alternativa eficaz”, explica o cirurgião Erivaldo Alves.

Cirurgia Bariátrica

O Brasil ocupa o segundo lugar no mundo no ranking da cirurgia bariátrica, atrás apenas dos Estados Unidos. Somente em 2015, 93,5 mil cirurgias de redução de estômago foram feitas em todo o país, o que representa um aumento de 6,25% em relação ao ano de 2014, quando 88 mil pessoas realizaram o procedimento.

Além da reduzir o peso, melhorar a saúde em diversos aspectos e promover a qualidade de vida, a cirurgia bariátrica colabora com a recuperação da autoestima do paciente. A cirurgia deve ser realizada em centros especializados e o paciente precisa ser acompanhado por uma equipe multidisciplinar.

Segundo o médico Erivaldo Alves, apesar de ser bastante segura, a cirurgia bariátrica apresenta riscos como qualquer procedimento cirúrgico. “Cada caso precisa ser avaliado cuidadosamente. A análise do paciente envolve vários exames clínicos e laboratoriais. É importante que o paciente esteja bem informado sobre o procedimento, o pré e o pós-operatório e os hábitos que terá que adotar após a cirurgia”, esclarece.

“A indicação cirúrgica pode ser feita dos 18 aos 65 anos”, explica o especialista. A população feminina representa cerca de 70% das cirurgias realizadas no Brasil.

Sobre o NTCO

Com 15 anos de fundado, o Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade (NTCO) atua no tratamento clínico e cirúrgico da obesidade e suas comorbidades. Como agente social na luta contra a doença, o NTCO conta com equipe multidisciplinar com cirurgiões, endocrinologista, nutricionista, psicólogo, pneumologista, educador físico e fisioterapeuta, oferecendo todo suporte necessário para uma abordagem integral do paciente. A clínica é dirigida pelo cirurgião bariátrico, Erivaldo Alves, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

Agenda

Quando: 2 de Setembro de 2016 | Horário: 19h30

Onde: Casa Salvatore (Rua Rodoviários, 888 – Cabula, perto do Shopping Bela Vista).

Outras publicações

Inscrições nos cursos de artesanato do Mauá terminam quarta Os interessados em aprender um ofício artesanal têm até quarta-feira (31/03/2010) para se inscrever em um dos seis cursos oferecidos pelo Instituto Ma...
Eleições 2016 – Salvador: Cláudio Silva inaugura comitê Cláudio Silva inaugura comitê. O candidato à Prefeitura de Salvador pelo Partido Progressista (PP), Cláudio Silva, segue a todo vapor nessas eleiçõe...
“A nova reitoria da Ufba não começou bem na área de assistência estudantil”, diz vereador Vereador Luiz Carlos Suíca critica direção da UFBA. O vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) saiu em defesa dos estudantes que ocuparam o palác...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br