MPF pede a Sérgio Moro condenação de João Santana e Mônica Moura

MPF pede condenação do publicitário João Cerqueira de Santana Filho.

MPF pede condenação do publicitário João Cerqueira de Santana Filho.

A força-tarefa de procuradores da Operação Lava Jato pediu hoje (24/08/2016) ao juiz Sérgio Moro a condenação do publicitário João Santana e da mulher dele, Mônica Moura, em uma das ações penais da operação pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Nas alegações finais apresentadas ao juiz, o Ministério Público Federal (MPF) afirmou que o casal confessou que recebia recursos não contabilizados por serviços prestados em campanhas eleitorais.

“Observa-se da conduta desses réus, bem como dos demais, o desdém perante as instituições e as regras vigentes na sociedade, comportando-se como se estivessem acima delas, as regras, suplantando, sem qualquer remorso, a esfera do público, da coisa pública, do interesse social por seus mais egoístas interesses pessoais”, argumentou o MPF.

Além do casal de marqueteiros, os procuradores pediram a condenação do empresário Zwi Skornick e do ex-diretor da Petrobras Eduardo Musa. No entanto, eles assinaram acordo de delação premiada e já foram beneficiados com prisão domiciliar.

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, Mônica Moura e João Santana confirmaram que receberam US$ 4,5 milhões no exterior referente a uma dívida de campanha do PT nas eleições de 2010. Ambos estão presos desde fevereiro em Curitiba.

*Com informação da Agência Brasil.

Outras publicações

Anúncio de sub-relatorias na CPI da Petrobras provoca bate-boca Deputados discutem durante reunião para elaboração do roteiro de trabalhos e deliberação de requerimentos da CPI da Petrobras 2015. A decisão do pre...
Ministro Gilmar Mendes considera precipitada e política ação do ex-presidente Lula à ONU contra juiz Sérgio Moro Para o ministro Gilmar Mendes, recurso de Lula à ONU foi precipitado e político. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, consid...
Ministro da Justiça considera grave denúncia de ex-advogada de delatores José Eduardo Cardozo: "É uma denúncia grave. Evidentemente, caberá ao Ministério Público Federal, que conduz a questão das delações premiadas, determ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br