Ministro do STF dá 72 horas para que Câmara dos Deputados se manifeste em ação de Eduardo Cunha

Eduardo Cosentino da Cunha responde a ações judiciais por corrupção. Eduardo Cunha recorre ao STF para suspender processo de cassação.

Eduardo Cosentino da Cunha responde a ações judiciais por corrupção. Eduardo Cunha recorre ao STF para suspender processo de cassação.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o prazo de 72 horas para que a Câmara dos Deputados se manifeste com relação a uma ação apresentada pela defesa do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). No despacho, o ministro determina também que seja dada ciência à Advocacia-Geral da União (AGU).

A defesa de Cunha protocolou na última terça-feira (2) uma ação contra a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ)  e o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados. No documento, que só entrou ontem (3) no sistema do STF, os advogados pedem que seja suspensa a tramitação do processo que recomenda ao plenário da Câmara a cassação do mandato do deputado afastado.

No texto, os advogados relatam que tanto a CCJ quanto o Conselho de Ética violaram direitos de Cunha e que há irregularidades na tramitação do processo na CCJ. Um dos argumentos usados pela defesa é que, por estar afastado, Cunha não poderia sofrer processo de cassação. Em maio, o STF validou por unanimidade a decisão liminar do ministro Teori Zavascki, que determinou a suspensão do mandato de Eduardo Cunha.

Outro argumento usado pela defesa é o de que a CCJ não observou a regra do quórum para o julgamento. De acordo com os advogados de Cunha, na sessão estava presente um número menor de deputados.

Outras publicações

Ministério Público reitera denúncia contra ex-presidente Lula, ex-senador Delcídio e mais 5 investigados Delcídio do Amaral Gómez foi cassado porque é um criminoso confesso, corresponsável por esquema de corrupção. O Ministério Público Federal no Distri...
Como a corrupção clivou o governo federal, e por que Dilma Rousseff escolheu Feira de Santana para iniciar visitas oficiais Ao visitar Feira de Santana, presidenta Dilma Rousseff busca aproximar-se das massas e mudar a pauta sobre corrupção e crise econômica, abordados pel...
Juiz Sérgio Moro faltou com a verdade em documento sobre apartamento do Guarujá, afirma defesa do ex-presidente Lula O juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomando como fato algo que explic...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br