Impeachment: artistas e o ex-presidente Lula acompanham Dilma Rousseff no Senado

A presidente afastada Dilma Rousseff chega ao Senado Federal para apresentar sua defesa no processo de impeachment.

A presidente afastada Dilma Rousseff chega ao Senado Federal para apresentar sua defesa no processo de impeachment.

É grande a movimentação hoje (29/08/2016) no Senado para a oitiva da presidenta afastada Dilma Rousseff. Neste quarto dia de julgamento do processo de impeachment, que deverá ser o mais longo de todos, além de apresentar sua defesa, Dilma irá responder a perguntas de parlamentares.

Até às 8h30 da manhã desta segunda-feira, 47 senadores já estavam inscritos para questioná-la. Cada um terá cinco minutos e Dilma terá tempo livre para as respostas. Antes de responder, a petista irá dispor de 30 minutos para sua defesa, mas, segundo o presidente da sessão do julgamento, ministro Ricardo Lewandowski, este tempo poderá ser prorrogado de acordo com a necessidade da petista.

Os convidados da presidente afastada serão 40: 30 deles ficarão nas galerias e 10 –  assessores mais próximos-  na tribuna de honra – entre eles, ministros de sua gestão, como Aldo Rebelo (Defesa) e Jacques Wagner ( Casa Civil) e artistas como o cantor Chico Buarque e atriz Létícia Sabatella. Além deles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é aguardado para acompanhar a sessão.

Já entre os convidados da acusação, que serão 30, e ocuparão parte das galerias no plenário, estarão representantes de movimentos sociais como o Vem para Rua e Movimento Brasil Livre(MBL), além de uma filha do jurista  Hélio Bicudo, um dos autores da representação. Bicudo enfrenta graves problema de saúde.

Segurança

Nesta segunda-feira, a novidade em relação à segurança é que a Esplanada dos Ministérios foi completamente fechada, desde a Catedral até o prédio do Congresso Nacional. O acesso está sendo feito a pé ou de carro, por vias auxiliares. Ao contrário de outros dias, o gramado na Esplanada – dividido por um muro de 80 metros – já começa a ser ocupado por manifestantes favoráveis e contrários ao impeachment. A Polícia Militar do Distrito Federal faz a segurança no local.

Histórico

Dilma é alvo de um processo de impeachment, por ter editado, em 2015, decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso e também de usar dinheiro de bancos federais em programas do Tesouro [as chamadas pedaladas fiscais]. A petista foi afastada da Presidência da República pelo Senado há mais de 100 dias.

Com Chico Buarque e Lula, Dilma chega ao Senado para se defender

A presidenta afastada Dilma Rousseff já está no Senado aguardando o início do quarto dia de julgamento do processo de impeachment, que será dedicado a ouvi-la. Acompanhada no carro pelo cantor Chico Buarque, ela chegou ao Congresso por volta de 9h e foi recebida com flores por parlamentares contrários ao impeachment.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também acompanha a petista. A expectativa é de este seja o dia mais longo de trabalho desta fase final do processo, que pode ser concluído entre amanhã e quarta-feira (31)

“Espero que a sessão seja tranquila e civilizada, à altura do Senado Federal. Da nossa parte [favorável ao impeachment] não podemos ser tão duros que aparente arrogância, nem tão suaves que pareça covardia, mas tudo depende tom que a presidenta vai dar”, adiantou o senador Álvaro Dias (PV-PR).

Argumentação

“Não vejo golpe, não há tanques [do Exército] nas ruas, as instituições não estão fechadas, pelo contrário, estão fortalecidas”, disse sobre a expectativa para que ela reforce o discurso de que é vítima de uma tentativa de golpe.

“A presidenta vem com firmeza, com altivez, é a segunda vez. Esta é a segunda vez que ela enfrenta um tribunal de exceção. A vez primeira ela tinha 19 anos . Não temos tanques ,mas tivemos muita tortura moral ao longo desse processo”, destacou a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), ex-ministra da Casa Civil da petista e uma de suas maiores defensoras no processo.

Ao contrário dos últimos outros dias , o plenário do Senado está completamente lotado de parlamentares, profissionais de imprensa e convidados da defesa e da acusação.

Outras publicações

Presidenta Dilma Rousseff se reúne com governadores e prefeitos das capitais para discutir manifestações Protesto levam presidenta Dilma Rousseff a mudar agenda e atender demandas. Depois de uma semana de manifestações nas principais cidades do país, a ...
Dilma abre propaganda eleitoral no rádio e na TV A propaganda eleitoral em rádio e TV, que voltará a ser veiculada na próxima sexta-feira (08/10/2010), começará com o programa de Dilma Rousseff, cand...
Presidenta Dilma Rousseff exalta divergências como princípio da democracia, ao inaugurar o Mané Garrincha Presidenta Dilma Rousseff inaugura o Estádio Nacional Mané Garrincha. A presidenta Dilma Rousseff aproveitou o discurso na inauguração do Está...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br