Feira de Santana: vereador José Carneiro diz que empresário Edson Piaggio tem “culpa no cartório” em relação à propaganda “enganosa”

José Carneiro: “todos sabem que ali usaram o nome, inclusive, do empreendedor Edson Piaggio, da empresa EPP, para facilitar as vendas dos lotes.".

José Carneiro: “todos sabem que ali usaram o nome, inclusive, do empreendedor Edson Piaggio, da empresa EPP, para facilitar as vendas dos lotes.”.

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS), proferido hoje (22/08/2016), o vereador José Carneiro Rocha (DEM) declarou que propaganda “enganosa” feita por empresas do ramo imobiliário, tendo em vista a venda de lotes de terra no bairro Papagaio, com a promessa de que naquela localidade seria construído um novo shopping center.

Segundo o edil, em entrevista, o empresário Edson Piaggio de Oliveira, diretor da Empreendimentos Imobiliários, Construções e Participações Ltda. (EPP), chegou afirmar que não tem nenhuma responsabilidade no caso mencionado.

No entanto, conforme José Carneiro, “todos sabem que ali usaram o nome, inclusive, do empreendedor Edson Piaggio, da empresa EPP, para facilitar as vendas dos lotes. Na verdade, eu acho até que ele tem ‘culpa no cartório’, porque fez uma parceria com uma empresa de São Paulo, que a informação que todos têm é que anda ‘caindo das pernas’, financeiramente falando. O bom nome da empresa EPP, do senhor Edson Piaggio, permitiu que a população, aqueles que investem em empreendimentos pudessem comprar aqueles lotes, e isso influenciou muito com propagandas”.

Ainda de acordo com o vereador, Edson Piaggio se contradisse em suas declarações sobre o assunto.  “Ele, inclusive, na entrevista, disse que a EPP não tem participação, mas logo depois se contradiz, quando disse que a EPP tem 20% dos lucros e, se não ter lucro, ele não tem absolutamente nada. E o grande problema é que quem adquiriu o lote de terra ali naquela região, a preço de ouro, em torno de R$ 110 mil cada lote, hoje não acha R$ 50 mil, quase três anos depois e, o pior de tudo, quem adquiriu esses lotes ainda não tem o direito sequer de passar a escritura, já que o loteamento não está desmembrado”, afirmou.

José Carneiro acrescentou que houve até um  coquetel de lançamento das vendas dos lotes no bairro Papagaio, com a presença dos representantes das duas empresas supracitadas.

“O senhor Edson Piaggio não pode tirar ‘o braço da seringa’ não. Ele é um cidadão de bem, um cidadão bem sucedido, de empresa consolidada, e quem adquiriu o lote ali foi confiando na imagem da empresa presidida e de propriedade do senhor Edson Piaggio. Então, não me venha com essa história de que a EPP deve ficar isenta da responsabilidade, porque nós não vamos admitir”, alertou o edil, recomendando às pessoas que ficaram prejudicadas com a aquisição dos lotes a acionarem, imediatamente,  a Justiça, a fim de que as providências sejam tomadas.

Outras publicações

Eleições 2016 – Feira de Santana: vereador Edvaldo Lima diz que continuará na bancada de oposição Filiado ao PP, Edvaldo Lima dos Santos foi reeleito vereador, pela segunda vez, através da coligação Uma nova opção para Feira, formada pelos partido...
CMFS: vereadora Gerusa Sampaio adere ao Pros e assume a presidência Gerusa Sampaio escolhe um partido para 'chamar de seu', e migra para o PROS. Gerusa será presidente do PROS em Feira de Santana A vereadora Gerusa ...
Feira de Santana: vereador David Neto cobra cumprimento de lei, repercute pagamentos suspeitos no Bolsa Família e denuncia crime eleitoral David Evangelista Leite Neto (David Neto). Em discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania,  nesta segunda-feira (28/11/2016), o vereador Davi...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br