Ex-prefeita e ex-secretário de Barreiras são acionados por ato de improbidade

O promotor de Justiça André Luis Silva Fetal ajuizou Ação Civil Pública (ACP) contra a ex-prefeita de Barreiras, Jusmari Terezinha Souza de Oliveira.

O promotor de Justiça André Luis Silva Fetal ajuizou Ação Civil Pública (ACP) contra a ex-prefeita de Barreiras, Jusmari Terezinha Souza de Oliveira.

O promotor de Justiça André Luis Silva Fetal ajuizou Ação Civil Pública (ACP) contra a ex-prefeita de Barreiras, Jusmari Terezinha Souza de Oliveira, e o ex-secretário de Administração, Diran Almeida Ribeiro, por atos de improbidade administrativa. Em caráter liminar, André Fetal requer a indisponibilidade de bens dos acionados, proibindo-os de alienar, transacionar e dispor dos seus bens e valores até o limite do prejuízo causado ao erário. Os requerimentos guardam relação com irregularidades na contratação e na realização dos serviços de reforma e instalação do ‘Projeto Colmeia’ no Município.

Segundo Fetal, as investigações realizadas pela Promotoria revelaram que os acionados, “de forma intencional”, dispensaram “ilegalmente” a realização de licitação para a contratação dos serviços de reforma e instalação do projeto, mediante “indevido” fracionamento de partes de uma mesma obra.

O promotor de Justiça acentua que os ex-gestores teriam agido de forma “dolosa, com o objetivo de enquadrar as contratações no limite legal em que seria admitida a contratação direta, sem licitação”. “O Município pagou fracionadamente a duas empresas, a Esmeraldina Empreiteira e a Empreiteira ZAP, sendo que a investigação revelou que todo o serviço foi realizado apenas pela empresa Esmeraldina. O montante a ser bloqueado das contas dos acionados e ressarcido ao erário é, em valores corrigidos, de R$ 61.790,51.

Outras publicações

ANS intervém na Unimed de Feira de Santana por grave falha na gestão financeira e administrativa da cooperativa Unimed de Feira de Santana passa por intervenção da Agência Nacional de Saúde. ANS – Resolução Operacional nº 2.046, referente a intervenção na U...
Recomendação do Ministério Público busca evitar irregularidades em licenças de servidores que concorrem a cargos eletivos O Ministério Publico da Bahia (MPBA) recomendou aos Poderes Executivo e Legislativo de Salvador e do Estado a adoção de medidas administrativas que ev...
Operação ‘Retorno do Estado’ combate fraudes em licitações em Campo Alegre de Lourdes As investigações continuam em Campo Alegre de Lourdes e ainda há foragidos. Deflagrada na quinta-feira (05/10/2016), pelo Ministério Público estadua...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br