Dilma vai ser cassada porque assim decidiu a maioria reacionária, diz senador Telmário Mota

Senador Telmário Mota (PDT-RR) disse ter ficado comprovado, durante o processo, que não houve crime de responsabilidade.

Senador Telmário Mota (PDT-RR) disse ter ficado comprovado, durante o processo, que não houve crime de responsabilidade.

Ao se manifestar nesta quarta-feira (03/08/2016), na Comissão Especial do Impeachment, o senador Telmário Mota (PDT-RR) disse ter ficado comprovado, durante o processo, que não houve crime de responsabilidade com as pedaladas fiscais e a edição dos decretos para crédito suplementar. Entretanto, nada disso fará a maioria dos senadores mudar de opinião.

— Não houve crime, mas a presidente Dilma vai ser cassada de qualquer jeito porque essa é a vontade da maioria — disse.

Para Telmário, a tomada de posições será por cunho político e nada do que foi dito até agora mudou o voto de ninguém porque todos já tinham uma opinião preconcebida. Entretanto, é preciso ter consciência da ilegalidade a ser cometida contra a presidente Dilma Rousseff, eleita democraticamente. Em sua opinião, o Parlamento vai rasgar a Constituição, retirar um mandato legítimo e entregar o poder nas mãos de pessoas que “afundaram o país”.

— Saio mais convencido de que, realmente, o Congresso vai dar um golpe na República brasileira — lamentou Telmário.

*Com informação da Agência Senado.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br