Coluna de Antônio José Larangeira de 01 de agosto de 2016

Ana Rita Jatobá, Janaina Marques e Helena Pereira, em sociedade.

Ana Rita Jatobá, Janaina Marques e Helena Pereira, em sociedade.

Angel Larangeira e sua irmã Sylvia Marilia Oliveira num encontro em familia.

Angel Larangeira e sua irmã Sylvia Marilia Oliveira num encontro em familia.

Angelica e seu marido anestesista Benedito Gonçalves, figuras de expressão de nossa sociedade.

Angelica e seu marido anestesista Benedito Gonçalves, figuras de expressão de nossa sociedade.

 Cita Pereira e Ana num giro social.

Cita Pereira e Ana num giro social.

Eleição abre chances na Câmara

Caso a deputada federal Moema Gramacho (PT), seja eleita prefeita de Lauro de Freitas, vai favorecer a dois políticos suplentes na Câmara Federal, pois, além de efetivar Fernando Torres (PSD) como parlamentar, abre uma vaga para o prefeito de Serrinha, Osni (PT), que sonha ser candidato a deputado federal.

Segundo turno?

Desde a Constituição de 1988, foi instituído o segundo turno nas eleições para presidente, governadores e prefeitos no Brasil. O segundo turno em 2016 está marcado para o dia 30 de outubro, mas tão somente nos municípios brasileiros com mais de 200 mil eleitores – Feira de Santana conta com colégio eleitoral de 397.590 votantes.  Em Feira de Santana, a expectativa da maioria da população é a de que mais uma vez – a quinta – não ocorra segundo turno nestas eleições. Nos anos 2000, 2004, 2008 e 2012, as eleições foram decididas no primeiro turno.

Na Bahia, Salvador e Vitória da Conquista são os outros dois municípios com a possibilidade de ter as eleições este ano definidas no segundo turno. Em Feira de Santana, o prefeito José Ronaldo caminha para seu quarto mandato, batendo recorde de permanência no Executivo. (Com dados de Dimas Oliveira).

Debate

Trazer para o debate acadêmico o pensamento e filosofia africanos, bem como a relevância das obras de alguns intelectuais africanos, que pensaram a trajetória da Humanidade, cultura, escravidão e Direitos Humanos. Esses são os objetivos da conferência “Cheikh Anta Diop e Frantz Fanon – Teoria e prática para re-humanizar a História da Humanidade”, que será ministrada professor doutor Jacques Depelchin. A atividade é uma promoção do Centro de Pesquisas da Religião (CPR), do Núcleo de Estudos Afro e Indígenas (NEABI) e do Mestrado em História da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com o apoio da Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPPAE), e está programada para o dia de hoje, segunda-feira, no auditório 3, localizado no módulo 4 do campus universitário, a partir das 14h30. Jacques Depelchin é originário da República do Congo, um especialista da História e Literatura Africanas, professor associado de várias universidades dos EUA, África e da Europa. Foi professor visitante do Mestrado em História da Uefs. Autor de obras como “Por Una Recuperacion de la História Africana” e “Silences in African History”.

Projetos

Aconteceu na sexta-feira,29, um evento promovido pelo Governo do Estado, no sentido de incentivar a produção de projetos culturais. Hygor Almeida, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, que esclarece a respeito das etapas deste seminário. “Essa primeira etapa é para aquela pessoa que não sabe fazer projeto, quer saber como constrói, quais são as formas de acesso, preencher um formulário do Ponto de Cultura da Bahia”, informou.

Outras publicações

Feira de Santana: Avenida Ayrton Senna é desapropriada para projeto de urbanização. Projeto executivo deverá ficar pronto em 60 dias Avenida Ayrton Senna (antiga Avenida Anchieta), em Feira de Santana, está definitivamente liberada para que seja dado início ao projeto de pavimentaç...
Feira de Santana: livro ‘Versos que disto não passarão’ é lançado no Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira Cartaz do lançamento do livro “Versos que disto não passarão”. O escritor André Felipe Franco lança livro 'Versos que disto não passarão'no dia 10 d...
Marcha por terra e vida digna promovida pelo MST, passa em Feira de Santana com cinco mil pessoas Uma longa fila de cidadãos ordeiros se formava ao longo da Avenida Presidente Dutra, em Feira de Santana, dando a exata dimensão da importância social...

Sobre o autor

Antonio José Larangeira
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: ajlarangeira2@hotmail.com.