Aliados da presidenta Dilma Rousseff preveem dez questões de ordem em votação do impeachment

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que os aliados da presidenta afastada Dilma Rousseff pretendem cerca de dez questões de ordem para questionar o processo de impeachment.

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que os aliados da presidenta afastada Dilma Rousseff pretendem cerca de dez questões de ordem para questionar o processo de impeachment.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse na segunda-feira (08/08/2016) que os aliados da presidenta afastada Dilma Rousseff pretendem apresentar hoje (9) cerca de dez questões de ordem para questionar o processo de impeachment, durante sessão na qual o Senado decidirá se Dilma vai a julgamento definitivo. Segundo o senador, os questionamentos devem durar aproximadamente duas horas.

No início da noite de hoje, Lindbergh e a senadora Vanessa Graziotin (PCdoB-AM) reuniram-se com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, que vai presidir a sessão. Após a reunião, o senador disse que pretende apresentar como uma das questões de ordem a possibilidade de suspensão do processo da fase de pronúncia por entender que o Tribunal de Contas da União (TCU) ainda não julgou o mérito da decisão que rejeitou as contas do governo Dilma em 2015.

“O que a gente vai fazer são umas questões ordem neste sentido. A gente está calculando umas 10 ou 11. A gente acha que vai gastar umas duas horas”, disse o senador.

Considerada a segunda fase do impeachment, a pronúncia decidirá se a presidenta afastada vai a julgamento. O roteiro foi definido entre os líderes no Senado e o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, que vai presidir a sessão.

Outras publicações

G20 repudia Golpe Parlamentar no Brasil e veta nome de Michel Temer em lista oficial de presenças G20 repudia golpe parlamentar no Brasil e veta nome de Michel Temer em lista oficial de presenças. A lista de presença da reunião de cúpula do G20, ...
Para oposição, presidente afastada Dilma Rousseff terá mais votos; para governistas, impeachment é inevitável Sessão deliberativa extraordinária do Senado Federal destinada a discussão da Denúncia nº 1, de 2016, referente ao processo de impeachment da preside...
Presidente do BC diz que resultado do PIB é “pausa no crescimento” Alexandre Tombini ressaltou que os ajustes macroeconômicos que estão sendo feitos "tendem a construir bases mais sólidas para a retomada da confiança...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br