​Escola de Dança da Funceb recebe projeto em prol do Hospital Martagão Gesteira

A primeira edição do projeto Intensivo Urbano – Edição Beneficente acontece neste sábado, (13/08/2009), das 13h às 17h, na Escola de Dança da Funceb, com donativos direcionados ao Hospital Martagão Gesteira. Além de aprender Street Jazz com o professor Hélio Oliveira, idealizador do projeto, os interessados terão aulas de Dança Urbana, Stiletto, Hip Hop e Dança Contemporânea. Serão três horas destinadas às aulas de dança e uma hora destina a um bate-papo, que terá temas relacionados a função social da arte.

Nesta primeira edição, os interessados em participar devem levar 2kg de alimentos não perecíveis. “Passo sempre pela frente do hospital e vejo famílias aguardando por horas atendimento do lado fora. Aquilo me tocou e me perguntei como poderia ajudar. Como não tenho condições financeiras, vi que poderia fazê-lo através da minha arte”, conta o mentor do projeto.

Hélio é bailarino e professor da instituição educativa atrelada ao Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). A ação foi desenvolvida com o intuito de arrecadar alimento e material de limpeza para o hospital, que atualmente está com alguns atendimentos suspensos, devido a uma crise financeira.

As aulas de dança do projeto irão ocorrer em todos os sábados do mês de agosto, sempre das 13h às 17h. A cada semana serão divulgados nas redes sociais do professor Hélio (https://goo.gl/UkO3su  ou https://goo.gl/K9fpWU) os itens que devem ser doados.

Retorno à sociedade – Hélio Oliveira não está sozinho nessa empreitada. Ele conta com o apoio dos bailarinos Ana Talita e Deko Alves e dos grupos InRitmo e Insight. Além do apoio da Escola.“Nós temos a preocupação técnica, é claro. Mas a missão principal da Escola de Dança da Funceb é formar cidadãos conscientes e dar retorno à sociedade”, afirma a diretora da instituição, Virgínia Costa.

De acordo com Rita Carneiro, professora de dança de ventre dos Cursos Livres da Escola de Dança da Funceb e integrante da equipe de produção da ação, este é um projeto que mostra o quão a arte está associada à construção social.

“Acho que o projeto idealizado pelo professor Hélio Oliveira é bem relevante, pois é uma prova de que a arte, além de ser uma aliada da sociedade civil, também permite que as pessoas reflitam sobre solidariedade e participação efetiva em causas tão essenciais”, avalia.

Outras publicações

Salvador: tradicional feijoada conta com cantor, compositor e violonista Marcelo Paulo Marcelo Paulo cantor, compositor e violonista. Todos os caminhos levam os ávidos por feijoada para o Red River (Salvador). Neste sábado, dia 18 de a...
Ministra da Cultura visita Escola Pracatum A Escola Profissionalizante de Música Pracatum, no Candeal, recebeu nesta sexta-feira (13/05/2011) a visita da ministra da Cultura, Ana de Holanda, a ...
O Secretário Especial de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi, realiza palestra em Salvador a convite de Emiliano José O Secretário Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, Paulo Vanucchi, fará palestra em Salvador sobre o “Terceiro Programa Nacional d...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br