Vereador Edvaldo Lima defende mudança da rodoviária de Feira de Santana

Vista aérea da Estação Rodoviária de Feira de Santana.

Vista aérea da Estação Rodoviária de Feira de Santana.

Em discurso nesta terça-feira (28/06/2016), na tribuna da Casa da Cidadania, o vereador Edvaldo Lima (PP), no sentido de organizar melhor o trânsito da cidade, defendeu a mudança do terminal rodoviário de Feira de Santana para um local mais amplo e estruturado, e também sugeriu que seja construído um ponto de apoio para vans que fazem linhas para municípios circunvizinhos.

“O trânsito tem trazido uma angústia, em cada esquina que você passa nesta cidade tem um ponto de topic de cada município, veículos que vêm de todas as regiões. Cada região tem dois a três pontos, já fizeram uma mini estação rodoviária na região do Feiraguay. Eles mesmos [motoristas do transporte alternativo interestadual] já construíram e o poder público não tomou nenhuma posição”, afirmou.

O edil informou que já apresentou uma indicação ao Executivo Municipal solicitando uma área exclusiva para os veículos do transporte alternativo interestadual. “Para que a população tenha um local apropriado. Pode ser uma estação construída pelo próprio Município, para que o trânsito possa fluir sem grande dificuldade”, sugeriu.

Edvaldo Lima ressaltou que o terminal rodoviário de Feira de Santana também já não atende a grande demanda do município. “Na minha indicação falei que a estação rodoviária já está ultrapassada, já fiz indicação para o Governo do Estado, para o Governo do Município, para que busque um local apropriado”, ressaltou.

O vereador lamenta que até o momento nenhuma providência foi tomada pelo poder público municipal nem estadual. “Até agora não houve uma solução por parte do Governo do Município nem do Governo do Estado. Em Salvador, já construíram a segunda rodoviária, mas em Feira o terminal é mais antigo e continua do mesmo jeito. Precisa o Governo Municipal sentar com o Governo do Estado para resolver o problema da rodoviária e também das topics”, cobrou.

Em aparte, o vereador José Carneiro (PSDB) comentou o assunto. “A questão da mobilidade não é só de Feira, mas de todas as cidades. Porém, não posso concordar com o que o senhor citou sobre o ponto de van de São Gonçalo, não vi uma só topic em fila dupla, não vejo problemas”, disse o líder governista, parabenizando o trabalho do superintendente municipal de Trânsito, Francisco Júnior, neste sentido.

Em aparte, o vereador Beldes Ramos (PT) também participou do debate. “Quero parabenizar Vossa Excelência pelo discurso, e acho que deve se organizar as questões das kombis e vans. Ali na praça Carlos Bahia não está autorizada para servir de ponto, mas já fizeram até um abrigo e não vejo que tenham autorização. Há uma falta de organização muito grande, é muito bom trazer este assunto”, avalia.

Retomando a palavra, o vereador Edvaldo Lima concluiu o discurso pedindo ao líder governista que buscasse junto ao Executivo Municipal uma solução para o problema dos pontos do transporte alternativo que, segundo ele, vem prejudicando o trânsito da cidade. “Não para perseguir trabalhador, mas buscar um consenso para que melhore, tirando um ponto de cada esquina”, justificou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br