Senador Renan Calheiros e deputado Rodrigo Maia jantam com presidente interino e querem criar agenda comum com o governo

Presidente interino Michel Temer se encontrou ontem (19) com o senador Renan Calheiros, presidente do Congresso Nacional, deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara do Deputados, ministros Gedel Vieira Lima e Moreira Franco, no Palácio do Jaburu (residência oficial da vice-presidência).

Presidente interino Michel Temer se encontrou ontem (19) com o senador Renan Calheiros, presidente do Congresso Nacional, deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara do Deputados, ministros Gedel Vieira Lima e Moreira Franco, no Palácio do Jaburu (residência oficial da vice-presidência).

Os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, passaram mais de três horas reunidos na noite desta terça-feira (19/07/2016) com o presidente interino Michel Temer, na residência oficial do Palácio do Jaburu, discutindo soluções que, segundo eles, podem ajudar a superar a crise econômica e criar um ambiente de convergência entre o Executivo e o Legislativo.

Sem debaterem um tema específico, Renan e Maia disseram que durante o jantar os três manifestaram desejo de trabalhar juntos em uma agenda que passa prioritariamente pelas medidas econômicas, e prometeram mobilizar os líderes dos partidos para a importância de uma pauta comum do governo com o Congresso. De acordo com o presidente do Senado, Temer está “animado” e tem “certeza que o país vai contar com a colaboração” que os parlamentares poderão dar às propostas.

“O país vive esse bom momento do ponto de vista das relações do presidente da Câmara com o presidente do Senado, e com o próprio governo. Acho que isso tranquiliza a sociedade, que cobrou bastante que isso acontecesse”, disse Renan a jornalistas após o encontro.

Segundo Rodrigo Maia, apesar dos compromissos de deputados e senadores em suas bases devido às eleições municipais, cada um deve entender o momento de “crise profunda” pelo qual passa o Brasil e, desse modo, participar das votações de dois a três dias por semana.

“Se a gente estiver num clima de harmonia, é possível votar muita coisa com diálogo entre Câmara, Senado e oposição. A gente sabe onde estão os problemas. Vamos estudar em conjunto até a próxima semana para construir uma agenda consensual entre as duas Casas”, disse o presidente da Câmara.

*Com informação da Agência Brasil.

Outras publicações

Senadora Fátima Bezerra: impeachment representa atentado contra a Constituição Cidadã Senadora Fátima Bezerra relembra problemas antes do PT e diz que conjunto da obra de Dilma é legado. Em discurso no Plenário nesta terça-feira (30/0...
Presidente Michel Temer diz na ONU que impeachment respeitou ordem constitucional; depois do Golpe o escárnio O presidente Michel Temer faz discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas. No discurso em que abriu hoje (20/09/2016) a 71ª Assemblei...
Senador Aécio Neves diz que voto não é salvo-conduto; Dilma Rousseff lembra ações para desestabilizá-la Senadores mineiros Antonio Anastasia e Aécio Neves, unidos na conspiração usurpadora que tomou a República. Divididos em relação às declarações da p...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br