Morre ex-procurador-geral do Município de Feira de Santana Carlos Antônio de Moraes Lucena

Carlos Antônio de Moraes Lucena faleceu em decorrência de complicações do acidente vascular cerebral (AVC).

Carlos Antônio de Moraes Lucena faleceu em decorrência de complicações do acidente vascular cerebral (AVC).

Faleceu na manhã de hoje (08/07/2016), em Salvador, no Hospital do Subúrbio, o ex-procurador-geral do Município de Feira de Santana Carlos Antônio de Moraes Lucena, 54 anos.

Histórico

Em 28 de julho, por volta das 16 horas, Carlos Lucena se sentiu mal e foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Mangabeira, em Feira de Santana. Após procedimento de regulação, por volta das 20 horas, deu entrada no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), sendo diagnosticado com acidente vascular cerebral hemorrágico (AVC hemorrágico). No dia subsequente, ele foi internado na unidade de tratamento intensivo (UTI) do HGCA.

Em 2 de julho, a média Maridalvia Guimarães requisitou à Central de Regulação de Feira de Santana a transferência Carlos Lucena para um hospital que fornecesse suporte neurológico, indicando as opções São Rafael, Hospital da Bahia e Hospital do Subúrbio.

A médica justificou o pedido de transferência pontuando que o paciente sofria “convulsões tônico-clônicas e cefaleia de início súbito associado a náuseas, evoluindo com afasia no estado pós-ictal”.

Em 7 de julho, Carlos Lucena foi transferido para o Hospital do Subúrbio. Mas, o quadro de debilidade da saúde física foi agravado e ele foi a óbito na manhã de hoje (08).

Personalidade de destaque

Formando em direito, com registro nº 7323 OAB/BA, atuando na advocacia, Carlos Antônio de Moraes Lucena desempenhou função ativa na vida política e social de Feira de Santana, sendo considerado uma personalidade de destaque na comunidade.

Ele ocupou cargo de procurador-geral do Município de Feira de Santana, de 1994 a 23 de dezembro de 2013. Além da atividade pública, manteve intensa atividade social participando da Maçonaria, na condição de ex-vice-presidente do Tribunal de Disciplina Ética e Eleitoral; e como rotariano, ocupado cargo de ex-governador do Rotary.

Carlos Lucena nasceu em 13 de julho de 1961, era casado com Cristina Lucena e pai de duas filhas. O irmão de Lucena, Fábio Fernandes de Moraes Lucena ocupou cargo de vereador no município de Feira de Santana.

Velório e sepultamento

O corpo de Carlos Lucena será velado na Loja Maçônica Harmonia, Luz e Sigilo, situada na Rua Barão de Cotegipe, vizinho ao Fórum Filinto Bastos, em Feira de Santana.

O sepultamento ocorre no sábado (09), às 10 horas no Cemitério Jardim Celestial.

*Termos médicos

Uma convulsão tônico-clônica generalizada, também chamada de convulsão, é um distúrbio no funcionamento dos dois lados do cérebro. Esse distúrbio envia sinais elétricos para os músculos, glândulas ou nervos. Esses sinais podem fazer a pessoa perder a consciência e sofrer contrações musculares fortes.

Pós-ictal é um fenômeno vascular caracterizado por descargas elétricas espontâneas e imunes à medicação, tendo relação contínua com a mudança do estado metabólico específico de cada paciente. Relacionado diretamente com o AVE.

Outras publicações

Políticos lamentam a morte do ex-procurador-geral do município de Feira de Santana Carlos Lucena Carlos Antônio de Moraes Lucena ocupou cargo de Procurador-geral do Município de Feira de Santana, de 1994 a 23 de dezembro de 2013. Deputado Carlos...
Carlos Lucena é indicado para o cargo de Procurador Geral do Município de Feira de Santana; mas até que ponto isto é bom para o governo e o povo? O advogado Carlos Lucena ocupa a vaga há exatos 16 anos, desde a administração do ex-prefeito e atual secretário de educação José Raimundo Pereira de...
Termina o mandato do procurador-geral do município de Feira de Santana; Carlos Lucena e Governo não enviam lista tríplice para eleição de procurador Carlos Antônio de Moraes Lucena é advogado e ocupou cargo de Procurador-geral do Município de Feira de Santana, desde 1994. O mandato do atual procu...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.