Morre em Porto Alegre a ex-ministra da Igualdade Racial Luiza Helena de Bairros

Luiza Helena Bairros foi secretária de Políticas Públicas da Igualdade Racial entre 2011 e 2014.

Luiza Helena Bairros foi secretária de Políticas Públicas da Igualdade Racial entre 2011 e 2014.

Morreu na manhã de hoje (12/07/2016) em Porto Alegre, aos 63 anos, a intelectual e ativista do movimento negro Luiza Helena Bairros, ex-secretária de Promoção da Igualdade Racial da Bahia e ex-ministra-chefe da Secretaria de Políticas Públicas da Igualdade Racial do Brasil (2011 a 2014). Ela foi vítima de um câncer no pulmão, contra o qual lutava havia três meses.

De acordo com informações da família, o corpo da ex-ministra será velado até amanhã (13), quando deve ser sepultado.

Uma das principais personalidades brasileiras da luta contra o racismo, Luiza passou os últimos anos em viagens pelo país realizando palestras e trabalhando intensamente na articulação do movimento negro, atividade que desempenhava há mais de 40 anos.

Durante sua passagem pelo governo federal, foi responsável por criar o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir), cujo objetivo é implementar políticas públicas voltadas a proporcionar à população negra igualdade de oportunidades e instâncias de combate à discriminação e à intolerância.

A principal forma de atuação do Sinapir, conforme defendia Luiza Bairros, é por meio da articulação com municípios e governo estaduais, através da criação de órgão regionais para a promoção da igualdade racial.

“Luiza foi uma incansável militante da causa negra e da democracia brasileira. Sua obra permanece viva e continua sendo um símbolo da luta contra o preconceito e em favor das melhores causas da vida política nacional”, escreveu a presidenta afastada Dilma Rousseff em nota na qual lamentou a morte da ex-ministra.

Natural de Porto alegre, Luiza Bairros formou-se em administração pública pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e era doutora em sociologia pela Univesidade de Michigan (EUA). Entre 2001 e 2005, trabalhou em programas da Organização das Nações Unidas (ONU) contra o racismo.

Com residência em Salvador, Luiza Bairros foi também um dos principais nomes do Movimento Negro Unificado (MNU).

“Perdi uma mãe, uma amiga, uma companheira, uma referência para toda vida, a mais ousada e primorosa combinação de inteligência, disciplina, generosidade e coerência que o movimento negro produziu nos últimos 40 anos”, escreveu o assessor pessoal da ex-ministra, o advogado Felipe Freitas, em sua conta no Facebook.

Em nota, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), do Ministério da Justiça e Cidadania, lamentou a morte da ex-ministra, que comandou a pasta de 2011 a 2014. “Também em sua gestão a frente da Seppir ocorreu a efetivação de políticas de ações afirmativas. Uma delas, estabelecida pela Lei n° 12.711/2012, garantiu o acesso ao ensino superior a mais de 150 mil estudantes negros em todo o país. As universidades públicas federais e os institutos federais de educação superior ganharam em diversidade e em qualidade, com destaque para as boas notas dos alunos cotistas e o baixo índice de desistência dos cursos frequentados por estes alunos”, diz o comunicado.

Outras publicações

Igreja católica castrou meninos na Holanda nos anos 50 Pelo menos 11 meninos foram castrados enquanto estavam aos cuidados da Igreja Católica, na Holanda, nos anos 50, segundo uma reportagem do jornal NRC ...
Mobilização Democrática é criado a partir da fusão dos partidos PPS e PMN Assume a presidência do partido o deputado Roberto Freire. O PPS e o PMN oficializaram nesta quarta-feira (17/04/2013) a fusão dos dois partidos em ...
5ª Meta: Timor-Leste e Saúde Materna De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Timor-Leste tem uma das maiores taxas de fecundidade do mundo. Dados de 2008, indicam 6,5 filhos por m...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br