Governo da Bahia e FIDA inauguram primeira agroindústria do Pró-Semiárido

Agroindústria de Processamento de Frutas da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), na sede do município de Uauá.

Agroindústria de Processamento de Frutas da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), na sede do município de Uauá.

O presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Kanayo Nwanze, e o diretor para a América Latina e Caribe, Joaquim Losano, chegam à Bahia nesta terça-feira (19/07/2016), para uma visita oficial de dois dias a comunidades rurais que receberam investimentos do acordo de empréstimo entre o FIDA e o Governo da Bahia.

Na quinta-feira (21/07/2016), a comitiva do FIDA juntamente com o governador Rui Costa, inauguram a Agroindústria de Processamento de Frutas da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), na sede do município de Uauá.

Foram investidos recursos da ordem de R$ 4 milhões em obras, equipamentos, capacitações e assistência técnica para fortalecer a cadeia produtiva do umbu, do maracujá do mato e outras frutas nativas da caatinga. A agroindústria com capacidade instalada de produção anual de 800 toneladas irá modernizar a produção, diversificar o mix de produtos e proporcionar o aumento da renda dos agricultores familiares da região. Serão beneficiadas um total de 3.225 famílias expandindo o número de famílias atualmente assistidas pela Coopercuc que é de 872.

A agroindústria da Coopercuc é a primeira unidade implantada pelo Pró-Semiárido, projeto do Governo do Estado a partir de acordo de empréstimo com o FIDA, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

“O Pró-Semiárido vem com esse apoio, dando subsídio ao trabalho de 13 anos da Coopercuc, fortalecendo as comunidades e ajudando na melhoria da qualidade de vida da região”, afirma Denise Cardoso, presidente da Coopercuc.

Experiência exitosa

Nesta quarta-feira (20), a comitiva irá ao município de Manoel Vitorino, capital do umbu, visitar a Cooperativa de Produção e Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar do Sudoeste da Bahia (Cooproaf). Na região foram construídas e equipadas três agroindústrias de processamento de frutas, cada uma com capacidade instalada de produção anual de 100 toneladas, entre polpas, sucos, compotas, doces e geleias de frutas. Duas no município de Manoel Vitorino, sendo uma na sede e a outra na comunidade de Poço da Pedra. A terceira na comunidade de Espírito Santo, no município de Mirante. Essas agroindústrias beneficiam diretamente cerca de 510 famílias residentes em 10 comunidades rurais. Nós últimos quatro anos, o Governo da Bahia, por meio da CAR, investiu cerca de R$ 12 milhões, na cadeia produtiva do umbu, entre obras e equipamentos, assistência técnica continuada e especializada.

Pró-Semiárido

O Projeto é realizado a partir de um acordo de empréstimo entre o Governo da Bahia e o FIDA, com investimentos na ordem de US$ 100 milhões, voltados à erradicação da pobreza, na região do semiárido baiano. Os recursos serão aplicados em assistência técnica, insumos produtivos ajustados para o semiárido e transformação da produção.

O secretário da SDR Jerônimo Rodrigues destaca que “o Pró-Semiárido é um projeto que gostaríamos de ampliar para todo o estado, pela concepção do desenvolvimento das comunidades rurais mais pobres, tratando da estima, da soberania e da autonomia das comunidades envolvidas. Para nós, o governo Rui Costa traz uma inovação no aspecto da gestão, pela metodologia democrática, técnica e profissional da seleção das comunidades e o casamento entre o desenvolvimento do projeto e a assistência técnica”.

FIDA

O Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) é uma agência das Nações Unidas que tem apoiado o Estado da Bahia em suas estratégias de desenvolvimento regional e na implementação de políticas voltadas para a superação da pobreza rural no semiárido. Com o Pró-Semiárido a atuação será para transformar as áreas rurais e aumentar de forma sustentável a produtividade dos pequenos agricultores, com foco na agroecologia e na participação ativa de jovens e mulheres, priorizando as comunidades mais pobres e menos atendidas historicamente, como indígenas, quilombolas, fundos de pasto e assentamentos.

Outras publicações

Secretário estadual Maurício Barbosa é escolhido novo presidente do Consene Maurício Barbosa, secretário estadual da Segurança Pública da Bahia. O secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa, foi eleito ...
Governo da Bahia debate problemas no setor de saúde da região Sul do estado Deputado Rosemberg Pinto intensifica esforços para regularização dos recursos de saúde. Sesab se compromete com retomada do aporte de 2 milhões para ...
Dilma Rousseff participa do lançamento da pré-candidatura de Jaques Wagner, na Bahia Jaques Wagner e Dilma Rousseff durante evento de campanha na Bahia. A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, participou ont...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br