Governo da Bahia anuncia obras de infraestrutura hídrica e saneamento durante 2 de Julho

Gestor da pasta de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Cássio Peixoto, durante o cortejo do Dois de Julho.

Gestor da pasta de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Cássio Peixoto, durante o cortejo do Dois de Julho.

Gestor da pasta de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Cássio Peixoto, durante o cortejo do Dois de Julho, destacou a importância da data histórica e reforçou que, o governo do estado, a Sihs, segue firme na meta de trazer benefícios para o baiano, em especial universalizar a água e o saneamento no estado.  Como exemplo, citou a inauguração prevista para dezembro da primeira etapa do sistema integrado de abastecimento de água de Araci, com conclusão estimada para junho de 2017. Outra grande obra do governo baiano abordada pelo secretário foi a Barragem do Rio Colônia cuja instalação do canteiro de obras já foi concluída e passa agora pela etapa de montagem da estrutura de produção do concreto convencional, concreto compactado a rolo, central de britagem e pátio de estoque dos insumos utilizados na produção, bem como a conclusão do desvio provisório da BA 120.

O Canal do Sertão Baiano (CSB), importante projeto de desenvolvimento do Estado, liderado pessoalmente pelo Governador Rui Costa, está em fase final de seu anteprojeto que tem previsão de entrega para setembro. Outro assunto tratado por Peixoto durante o 2 de Julho foi a determinação do Governador Rui Costa em auxiliar o município de Itabuna para superar a crise hídrica na região, aportando R$ 3,8 milhões para promover o abastecimento de água da população. “Todas as ações serão impulsionadas a partir de agora porque, além do Programa Água Para Todos estar sob a coordenação desta Pasta, ganhou importantes reforços como a Casa Civil e outras instituições estaduais”, acrescentou o secretário que esteve na última semana no município de Araci, vistoriando as obras do Sistema Integrado de Abastecimento Araci Norte.

A grande intervenção garantirá água para nada menos que 66 localidades dos municípios de Araci e Tucano. Os investimentos são da ordem de R$ 51 milhões. “Intervenção esta que, sem dúvida, mudará a realidade de milhares de famílias baianas, que há muito sonham em ter água de qualidade em suas torneiras. A Sihs trabalha cada vez mais, de forma a atingir a universalização da água na Bahia”.

Barragem do Rio Colônia

Um investimento de R$ 36 milhões que mudará a vida de mais de 350 mil moradores da região de Itabuna, no sul da Bahia, que convivem com grave crise hídrica. Durante o cortejo, o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, em nome do governador Rui Costa, destacou a Barragem do Rio Colônia e afirmou que técnicos do governo seguem firmes na implementação da obra.  “Já concluímos a instalação do canteiro de obras, onde já foi montada toda estrutura de produção do concreto convencional, concreto compactado a rolo, central de britagem e pátio de estoque dos insumos utilizados na produção, bem como a conclusão do desvio provisório da BA 120, pois a rodovia existente será afetada com o enchimento do lago da barragem, bem como a segunda etapa do desvio do rio, escavação da fundação da barragem, escavação da fossa e início do tratamento da fundação, mapeamento, entre outras ações, para fazer com que os moradores de Itabuna vivam uma nova realidade”. Aliado a isso, o secretário enfatiza que estão nos projetos do Governo as barragens de Baraúnas, que está em fase de licitação e do Rio Catolé, cujo projeto e orçamento estão em análise na Caixa Econômica Federal.

Apoio a Itabuna

Além da Barragem do Rio Colônia, o secretário Cássio Peixoto enfatizou, durante a celebração da Independência da Bahia, que em prol de Itabuna e região o governo do estado alocou ainda recursos no valor de R$ 3,8 milhões. “Aliado a assinatura de um convênio entre a Prefeitura e a Superintendência de Proteção e Defesa Civil – SUDEC, para locação de 35 caminhões pipa, sendo abastecidos nas localidades de Ubaitaba e Travessão distante 60 e 80 km, de Itabuna”, frisou, elencando ainda outro convênio em caráter emergencial, com o objetivo de fornecer produtos químicos para o tratamento da água fornecida pela EMASA.

“E não parou por aí. Autorizamos também a Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (Cerb) a perfurar 12 novos poços em áreas estratégicas, que resultou em seis com viabilidade de captação de água para consumo humano e vazão total de 33.980 litros por hora, o que possibilitará ainda a implementação de sistemas simplificados de abastecimento e mais a aquisição e instalação de conjuntos motor bomba submersível, grupos geradores de energia e 145 tanques de água para serem colocados na periferia e em áreas rurais da cidade”, destacou Peixoto.

Segundo ele, a Sihs vai empenhar cada vez mais esforços até que haja a regularização das chuvas e a recuperação dos mananciais. “As previsões de chuva não são muito otimistas, mas a secretaria vai continuar ajudando na manutenção do abastecimento até o final dessa que é a maior estiagem da história da região”.

Canal do Sertão

A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), avança para tirar o Canal do Sertão do papel, tido como o mais importante projeto de desenvolvimento do Estado, que vai beneficiar mais de um milhão de pessoas com o abastecimento de água. Essa informação foi dada pelo secretário Cássio Peixoto durante a comemoração do Dois de Julho. Com a efetivação do orçamento de R$ 13 milhões para o Canal do Sertão Baiano (CSB), conforme explicou Peixoto, a SIHS, avança nas discussões do empreendimento, cujo anteprojeto está em fase final, com previsão para setembro.

Em seguida serão elaborados os termos de referência para definição das modelagens jurídica, institucional, financeira e econômica do CSB. “Entre as demandas mais importantes do CSB estão o abastecimento humano, a dessedentação animal, a sustentabilidade das atividades de pecuária, a revitalização dos perímetros irrigados já existentes, a mineração, a piscicultura, as áreas de subsistência e à produção de mudas para recomposição de matas ciliares e nascentes. O CSB vai distribuir água do Rio São Francisco ao longo de mais de 300 km do semiárido baiano. A área de abrangência envolve ainda as bacias dos rios Itapicuru, Jacuípe, Salitre, Poção, Tatuí, Tourão e Vaza-Barris. “A expectativa é que sejam gerados 45 mil empregos na agroindústria e na mineração”, comemorou o secretário.

Abastecimento de Água na RMS

Planejar e investir, de forma a assegurar o abastecimento eficaz de água em Salvador e Região Metropolitana até 2040. Com este intuito, a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) chega a fase final de elaboração do Plano de Abastecimento de Água da Região Metropolitana de Salvador (PARMS), incluindo os municípios de Saubara e Santo Amaro.

Tido como uma das mais importantes ações na matriz de priorização do Estado e que beneficiará uma população de 3.642.974 pessoas, o PARMS tem previsão de conclusão no primeiro semestre de 2017. Os investimentos são da ordem de R$ 6.967.296,35. A consulta pública para o plano já foi finalizada. “Dessa forma, visamos evitar futuras crises hídricas, bem como, cumprir o preceito legal de fornecer um serviço de qualidade, continuidade e regularidade à população preservando o meio ambiente’, destacou o secretário Cássio Peixoto.

Água Para Todos

A partir de agora o Programa Água Para Todos (PAT) está sob a coordenação da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) e eleva a capacidade de universalização no estado. “Sem dúvida, a vinda do PAT para nossa pasta nos dará muito mais autonomia para alavancar ainda mais as metas do Governo”, acrescentou o secretário Cássio Peixoto, lembrando que em 2015 a Sihs investiu R$ 717,6 milhões apenas em abastecimento de água e saneamento no estado e esse número tende a aumentar.

Peixoto reafirmou ainda que o programa tem como principais objetivos proporcionar o atendimento ao direito humano fundamental de acesso à água em qualidade e quantidade, prioritariamente para consumo humano, numa perspectiva de segurança alimentar, nutricional e de melhoria para a qualidade de vida em ambiente salubre, seja nas áreas urbanas ou no campo.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br