Eleições 2016 – Feira de Santana: Democratas repete aliança com PMDB e forma chapa com José Ronaldo e Colbert Martins Filho

José Ronaldo e Colbert Martins Filho selam aliança DEM/PMDB.

José Ronaldo e Colbert Martins Filho selam aliança DEM/PMDB.

O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), anunciou, na manhã de hoje (14/07/2016), na Câmara do Dirigentes Lojistas (CDL), o nome do ex-deputado Colbert Martins da Silva Filho (PMDB) como pré-candidato a vice-prefeito na chapa majoritária liderada pelo DEM.

Durante o anúncio da chapa majoritária foi confirmada a aliança com 19 partidos. Uma convenção suprapartidária ocorre no dia 25 (segunda-feira), com a finalidade de formalizar a coligação que vai apoiar a reeleição de José Ronaldo.

Substituição

O atual vice-prefeito de Feira de Santana, Luciano Ribeiro (PMDB), foi indicado pelo grupo político liderado por Martins. Questionado pelo Jornal Grande Bahia sobre a possibilidade de concorrer ao cargo de vereador, Luciano Ribeiro descartou a possibilidade, informando que apenas pretende apoiar a chapa majoritária e candidatos a vereador do partido, e que com o fim do mandato de vice-prefeito se afastaria da política.

Cinco vezes

José Ronaldo concorre pela quarta vez ao cargo de prefeito de Feira de Santana. Ele exerceu mandatos de prefeito de 2001 a 2004; 2005 a 2008 e 2013 a 2016. Além das três vitórias anteriores, apoiou a eleição do então correligionário Tarcízio Suzarte Pimenta Junior, que foi eleito, exercendo mandato de 2009 a 2012. O médico Tarcízio Pimenta governou Feira de Santana mantendo os principais nomes do ronaldismo à frente das secretarias municipais e diretorias de órgãos.

Além das vitórias consecutivas, Ronaldo conseguiu vencer as eleições municipais de Feira de Santana no primeiro turno. Alcançando a maioria dos votos necessários a finalização do processo eletivo. Em 2012, foi eleito com 195.967 votos, equivalente a 66,04% dos votos válidos. Em apoio a Ronaldo, foi formalizada a coligação ‘O trabalho vai voltar’, composta pelos partidos DEM, PTB, PMDB, PSL, PTN, PSC, PPS, PSDC, PHS, PMN, PV, PRP, PSDB e PT do B.

Voucher

A escolha de Colbert Filho ocorre em um momento adverso da sociedade. Pesquisas indicam que a população deseja ser representada por políticos cuja postura ética seja compatível com a função pública, e cujo passado esteja vinculado com a probidade administrativa.

Na contraordem do desejo da população, a pré-candidatura de Martins reacende o envolvimento do político na Operação Voucher.

Em 9 de agosto de 2011, quando ocupava o cargo de Secretário Nacional de Desenvolvimento de Programas de Turismo, Colbert Filho, no transcurso da Operação Voucher, foi preso e transferido para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (IAPEN). O instituto fica localizado na capital do estado, Macapá.

A ordem de prisão foi requerida pelo Ministério Público Federal e determinada pela Justiça Federal. Além de Martins, foram presas 37 pessoas, entre servidores federais e empresários. Na época, a Polícia Federal (PF) afirmou que foram detectados indícios de desvio de dinheiro público em um convênio que previa a qualificação de profissionais de turismo no Amapá.

Em 16 de agosto de 2011, Martins foi liberado pela justiça federal.

Culpado ou inocente, o Poder Judiciário, até a presente data, não apresentou conclusão sobre o caso.

Outras publicações

Marialvo denuncia salário privilegiado de servidor municipal de Feira. Leia esta e outras notícias da CMFS O vereador Marialvo Barreto, hoje (06/10/2010), em seu discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania, leu trechos de um documento anônimo encamin...
Feira de Santana: o mês de setembro de 2010 registrou o maior índice de homicídios nos últimos quatro anos Nos últimos quatro anos, o mês de setembro de 2010, foi o que registrou o índice mais elevado de homicídios em Feira de Santana, e encerrou o mês com ...
Coluna de Antônio José Larangeira de 19 de julho de 2016 Sábado ultimo, às 19 horas, Ingrid Larangeira e Marcos Araujo receberam na residência dos pais deste, amigos e amigas para o Chá de Casa Nova, que oc...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.