Cortejo do 2 de Julho passará por ruas requalificadas pelo Governo do Estado

Centro histórico de Salvador recebeu investimentos do Governo da Bahia.

Centro histórico de Salvador recebeu investimentos do Governo da Bahia.
Fotos: Pedro Moraes/GOVBA

O trajeto por onde passará o cortejo na tradicional homenagem à Independência da Bahia, no próximo sábado (02/07/2016), está mais estruturado. Este ano, o Desfile do 2 de Julho será realizado em pistas pavimentadas e calçadas recuperadas e equipadas com itens de acessibilidade, graças ao Projeto Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador, que tem o objetivo de melhorar o espaço público em onze bairros da capital baiana.

“Boa parte do desfile passa pelas ruas do lote 3. As pessoas vão perceber que foram feitas melhorias em mobilidade. Antes tínhamos calçadas curtas e destruídas, mas hoje elas estão amplas e bem pavimentadas, com acessibilidade”, explica o superintendente operacional da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), Milton Melo.

Os participantes do desfile terão a oportunidade de conferir de perto todas as intervenções feitas nas ruas São José de Baixo, Vital Rêgo, Perdões e Adôbes, que integram o lote 3 do projeto. As ruas Direita do Santo Antônio, do Carmo, Alfredo de Brito, das Portas do Carmo e Chile, que fazem parte de outros lotes e estão no trajeto do 2 de Julho, também serão requalificadas.

Para a professora Belinda Faouzat, o cenário do Centro Antigo de Salvador já é bem diferente. “Antes a gente via a pista com buracos, assim como as calçadas. Tenho uma filha e tinha, muitas vezes, que descer das calçadas para conseguir se locomover. Isso comprometia a segurança. Hoje já conseguimos perceber a melhora”, destaca a professora.

As obras do projeto são divididas em cinco lotes, com quatro já em andamento. Ao todo, 259 ruas de Salvador serão completamente requalificadas nos quatro primeiros lotes, que têm R$ 109,4 milhões em investimentos, oriundos de recursos federais e estaduais. Outros R$ 14,6 milhões serão utilizados para a execução do último lote, totalizando R$ 124 milhões em obras de requalificação urbana.

A expectativa é que todo o projeto seja finalizado no segundo semestre do próximo ano, mas mesmo antes da conclusão, já é possível perceber a fluidez do tráfego de pessoas e veículos em alguns trechos, além do fortalecimento dos estabelecimentos comerciais. “Os bairros do Centro Antigo ficaram mais bonitos e, com isso, mais atrativos. Para quem tem negócio está sendo muito bom, pois melhora e muito a movimentação de clientes e, por consequência, o faturamento”, afirma o gerente de bar Daniel Araújo.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br