Vice-governador apresenta demandas da Bahia ao presidente interino e ao ministro da Fazenda

Encontro na Residência Oficial de Águas Claras, no Distrito Federal, para reunião com governadores que trata sobre a dívida dos Estados com a União.Na foto, Vice-governador do estado da Bahia, João Leão.

Encontro na Residência Oficial de Águas Claras, no Distrito Federal, para reunião com governadores que trata sobre a dívida dos Estados com a União.Na foto, Vice-governador do estado da Bahia, João Leão.

Em meio às discussões sobre o acordo de negociação da dívida dos estados com a União, o vice-governador da Bahia, João Leão, apresenta as demandas da Bahia nesta segunda-feira (20/06/2016), ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e ao presidente interino da República, Michel Temer, em Brasília.

Para além da renegociação da dívida, o Estado da Bahia quer rápida resposta no processo de liberação de crédito internacional, além do cumprimento da transferência de verbas obrigatórias e a continuidade de pagamentos das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A prioridade estabelecida pelo governador Rui Costa foi reiterada por João Leão durante encontro preparatório entre governadores, vices e secretários de Fazenda realizado na residência oficial do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, na manhã desta segunda (20).

“A reunião prévia foi altamente produtiva, porém a Bahia fez o dever de casa com um freio de arrumação que conseguimos dar lá atrás. Nosso endividamento é relativo, porque estamos com o Estado arrumado. Nós queremos é investimento”, disse o vice-governador ao sair da reunião, onde representou Rui Costa.

Leão também listou as obras prioritárias para o estado. “Queremos colocar a Ferrovia Oeste-Leste para andar, o Porto Sul, a Ponte Salvador-Itaparica, melhorar a situação das rodovias”. O vice-governador assinalou ainda que há estados com reais problemas com a questão da dívida com a União e outros sem conseguir pagar a folha de pessoal, o que não é a realidade da Bahia. “O que queremos realmente é aumentar a infraestrutura no estado”, enfatizou o vice-governador.

A reunião da manhã reuniu 18 chefes do Executivo nos estados, entre governadores e vices. À tarde, o grupo segue para o Ministério da Fazenda, onde será recebido pelo ministro Henrique Meireles. O último encontro será às 15h, no Palácio do Planalto, com o presidente interino da República, Michel Temer. O secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitório, e o representante do Governo da Bahia em Brasília, Jonas Paulo, acompanham João Leão em todas as reuniões desta segunda (20), na capital do país.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br