Vereador diz que relatório do Ministério da Transparência revela a corrupção no Poder Executivo de Camaçari

Elinaldo Araújo: A escala de roubalheira do PT não tem limites e os responsáveis precisam ser punidos criminalmente.

Elinaldo Araújo: A escala de roubalheira do PT não tem limites e os responsáveis precisam ser punidos criminalmente.

Líder da oposição em Camaçari e pré-candidato à Prefeitura, o vereador Elinaldo (DEM) disse que o relatório divulgado pela antiga Controladoria-Geral da União (CGU), atualmente Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, é o espelho da corrupção do PT. De acordo com o relatório, a Prefeitura de Camaçari superfaturou mais de R$ 1 milhão das obras de saneamento básico do Programa de Urbanização Integrada da Bacia do Rio Camaçari.

O relatório apontou também falhas de planejamento, de projeto básico e de gerenciamento. “A escala de roubalheira do PT não tem limites e os responsáveis precisam ser punidos criminalmente”, afirmou o vereador, que, há muito tempo, tem denunciado as irregularidades cometidas pelo PT na Prefeitura de Camaçari. De acordo com Elinaldo, o PT sempre utiliza a mesma receita, que é o desvio do dinheiro público para financiar o projeto familiar e de poder.

De acordo com o parecer, a obra superfaturada teve a ordem de serviço assinada pelo ex-prefeito Luiz Caetano. “Os responsáveis pela obra precisam prestar esclarecimentos à sociedade e explicar detalhe por detalhe deste superfaturamento. Vamos cobrar que todas as providências sejam adotadas para que o dinheiro desviado seja ressarcido”, disse Elinaldo.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br