Transparência Internacional oferece ajuda ao juiz Sérgio Moro nas investigações da Lava Jato

O presidente da Transparência Internacional, José Carlos Ugaz, e o juiz federal Sérgio Moro após reunião em Curitiba.

O presidente da Transparência Internacional, José Carlos Ugaz, e o juiz federal Sérgio Moro após reunião em Curitiba.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça, recebeu na segunda-feira (27/06/2016), em Curitiba, representantes da Transparência Internacional, organização não governamental que atua no combate à corrupção.

No encontro, Moro e o presidente da entidade, José Carlos Ugaz, discutiram medidas de cooperação na apuração dos crimes cometidos por empresas e pessoas que receberam propina no exterior, oriunda do esquema de desvios na Petrobras.

Em entrevista após a reunião, Ugaz anunciou que será criado no Brasil um centro de conhecimento anticorrupção, um grupo de trabalho para criar instrumentos para ajudar no combate à corrupção no país e na América Latina. O representante da Transparência Internacional também deverá se reunir ainda hoje com integrantes da força-tarefa de procuradores do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná.

De acordo com dados da Procuradoria-Geral da República (PGR), foram feitos 108 pedidos de cooperação internacional e R$ 659 milhões foram repatriados nas investigações realizadas pela Justiça Federal em Curitiba no âmbito da Lava Jato.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br