Transparência Internacional apoia luta dos estudantes por investigações no escândalo da merenda de São Paulo

Em visita a escola pública da Zona Leste de São Paulo, José Ugaz compartilhará sua experiência na luta anticorrupção em vários países.

Em visita a escola pública da Zona Leste de São Paulo, José Ugaz compartilhará sua experiência na luta anticorrupção em vários países.

O presidente da Transparência Internacional (TI), José Carlos Ugaz, 57, que está em  visita oficial ao Brasil desde o início da semana, dará uma aula sobre a luta contra a corrupção no mundo para estudantes da rede pública de ensino de São Paulo, nesta quinta-feira (30/06/2016), das 8h30 às 10h. No encontro, que acontecerá na Escola Estadual Moacyr de Campos, Ugaz contará sobre sua experiência como procurador no Peru, onde teve atuação destacada para levar à prisão o ex-presidente Alberto Fujimori, e sobre sua experiência como presidente da TI, o que lhe possibilitou conhecer movimentos anticorrupção de diversos países. No encontro com estudantes, Ugaz vai apoiar a demanda por investigações sobre o escândalo da merenda.

Realizado em conjunto com lideranças estudantis, como a União Paulista dos Estudantes Secundaristas (UPES) e a União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP), o encontro marca a solidariedade da Transparência Internacional aos estudantes que lutam por melhores condições de ensino – em São Paulo e em todo o Brasil – e reitera a mensagem da TI de que a luta contra a corrupção deve ser ensinada ainda na escola.eriência como procurador no Peru, onde teve atuação destacada para levar à prisão o ex-presidente Alberto Fujimori, e sobre sua experiência como presidente da TI, o que lhe possibilitou conhecer movimentos anticorrupção de diversos países. No encontro com estudantes, Ugaz vai apoiar a demanda por investigações sobre o escândalo da merenda.

Em um vídeo gravado recentemente e postado no perfil oficial da TI no YouTube, José Ugaz defende que a CPI da merenda, da Assembleia Legislativa de São Paulo, faça uma investigação imparcial e completa das denúncias sobre desvios de dinheiro público que estavam destinados à compra de merendas para estudantes e que responsáveis sejam punidos. “Sejam perseverantes em sua luta, mantenham sua voz forte e não deixem que a violência contamine sua manifestação cidadã”, completa Ugaz, em apoio aos estudantes.

Sobre José Carlos Ugaz

José Carlos Ugaz, 57, é professor titular de direito penal da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Peru e presidente da Transparência Internacional. Tornou-se presidente da Proetica, capítulo nacional da Transparência Internacional no Peru, em 2002, e membro individual da Transparência Internacional, em 2008. Ugaz foi eleito para o Conselho da TI em 2011 e para presidente, em 2014.

Advogado por formação (Pontifícia Universidade Católica do Peru), serviu como procurador Ad-Hoc no caso Fujimori-Montesinos (2000-2002). Durante sua condução do caso, seu escritório abriu mais de 200 processos contra 1,5 mil membros da rede Fujimori-Montesinos. Sob o seu mandato, US$ 205 milhões em ativos foram congelados no exterior e US$ 75 milhões foram recuperados.

Ugaz foi membro da Missão de Manutenção da Paz das Nações Unidas e da Missão de Observadores Eleitorais da ONU para El Salvador e, de 2004 a 2006, serviu no Gabinete de Integridade Institucional do Banco Mundial, sua unidade anticorrupção.

O presidente da TI é também autor do livro “Caiga quien caiga”, relatando sua experiência como Procurador no caso Fujimori – Montesinos.

Sobre a Transparência Internacional

A Transparência Internacional é a principal organização dedicada à luta contra a corrupção no mundo, com 20 anos de atuação, presente em mais de 100 países e com um Secretariado global em Berlim.

A presença global da TI permite que ela defenda iniciativas e legislações internacionais contra a corrupção e que governos e empresas efetivamente se submetam a elas. Sua rede global também significa colaboração e inovação, o que lhe dá condições privilegiadas para desenvolver e testar novas soluções anticorrupção.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br