Senadores pedem a procurador-geral da República acesso à delação de Sérgio Machado

Pedido de prisão contra ex-senador José Ribamar Ferreira de Araújo Costa (José Sarney) evidência pratica criminosa.

Pedido de prisão contra ex-senador José Ribamar Ferreira de Araújo Costa (José Sarney) evidência pratica criminosa.

Um grupo de 16 senadores encaminhou hoje (07/06/2016) ofício ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitando que compartilhe os detalhes da delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, inclusive os áudios de gravações feitas por ele.

A delação de Machado implica a alta cúpula do PMDB e gerou, segundo reportagem do jornal O Globo, um pedido de prisão por parte de Janot contra o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL), o ex-presidente da República, José Sarney, o presidente afastado da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

No documento, senadores de partidos da base do governo e da oposição argumentam que os trechos da delação que foram divulgados geram “ambiente de insegurança jurídica e política” para as instituições, particularmente o Senado, e a transparência é a melhor defesa contra “interesses ocultos”.

“Neste momento em que tramita em nossa Casa o julgamento da presidente da República [Dilma Rousseff], especulações que surgem diante da divulgação parcial dos referidos diálogos acabam por colocar perante a sociedade brasileira o questionamento de nossa legitimidade”, diz o texto divulgado pela assessoria do senador Ricardo Ferraço (PSDB-SE), um dos parlamentares que subscrevem o pedido.

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br