Região Integrada de Segurança Pública Bahia de Todos os Santos é destaque em produtividade policial

Números foram apresentados ao secretário Maurício Barbosa por delegados e comandantes das Áreas Integradas de Segurança Pública que compõem a Risp/BTS.

Números foram apresentados ao secretário Maurício Barbosa por delegados e comandantes das Áreas Integradas de Segurança Pública que compõem a Risp/BTS.

Mais inquéritos remetidos à Justiça, mandados de prisões cumpridos, prisões em flagrante e armas apreendidas. A produtividade dos policiais civis, militares e técnicos que atuam na Região Integrada de Segurança Pública Bahia de Todos os Santos (Risp/BTS) aumentou nos primeiros quatro meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Isso é o que apontam os dados apresentados na manhã desta sexta-feira (17/06/2016), durante a reunião da Risp/BTS, realizada no auditório da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária do Estado da Bahia.

Presidido pelo secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, o encontro também discutiu os índices criminais na Região Integrada que é composta por bairros do Subúrbio Ferroviário, Cidade Baixa, Centro Histórico, Centro e miolo da cidade. “Esta é a Risp mais populosa da cidade e que, portanto, apresenta a maior quantidade registros. E os números da produtividade policial também seguem esse padrão, com destaque para este ano, que vem apresentando índices ainda mais animadores que os de 2015”, explicou Barbosa.

Entre os destaques pontuados pelo secretário está o aumento de 56% no número de armas apreendidas pela PM, assim como a quantidade de prisões em flagrante, que cresceu 33% em relação ao ano passado. Já a Polícia Civil conseguiu alcançar a margem de 14,6% a mais de inquéritos remetidos à Justiça com autoria definida nos mais diversos tipos de crime.

Nos casos específicos de inquéritos remetidos por roubo, a produtividade cresceu 590%.  Os mandados de prisão cumpridos dobraram em 2016 (+ 212%). Os números analisados são referentes ao período entre 1º de janeiro a 30 de abril.

A ação de facções criminosas na Risp/BTS também foi discutida na reunião, assim como estratégias para desarticular essas quadrilhas. Números preliminares dos meses de maio e junho foram analisados e devem servir de parâmetro para a definição de táticas para a redução dos índices de criminalidade.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br