Prefeitura de Salvador investe R$ 29 milhões na urbanização da Avenida Suburbana

Vista da Avenida Afrânio Peixoto (Avenida Suburbana) em Salvador. Com investimento de R$29 milhões, uma das principais vias de ligação entre o Subúrbio e a Cidade Baixa ganha nova pavimentação e maior ciclovia do país.

Vista da Avenida Afrânio Peixoto (Avenida Suburbana) em Salvador. Com investimento de R$ 29 milhões, uma das principais vias de ligação entre o Subúrbio e a Cidade Baixa ganha nova pavimentação e maior ciclovia do país.

Construída na década de 1970 ao longo da linha férrea e que ajudou a acelerar o crescimento da região conhecida como Subúrbio Ferroviário, a Avenida Afrânio Peixoto, mais conhecida Suburbana, ganha mais um capítulo importante na história com uma das mais completas requalificações promovidas pela Prefeitura nos últimos anos. A entrega da nova via foi realizada nesta quarta-feira (22/06/2016) pelo prefeito ACM Neto que, ao lado da vice-prefeita Célia Sacramento, do secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, demais gestores municipais, autoridades e imprensa, percorreu toda a via a partir da Baixa do Fiscal a bordo do Salvador Bus.

O percurso contou ainda com uma parada no Largo do Luso, em Plataforma – um dos pontos que sofreram maior intervenção para melhoria do tráfego – e prosseguiu até a Praça da Rotatória de Paripe, onde a comitiva foi recebida com uma grande festa dos moradores. Durante o trajeto, a população saudou agradecida pela intervenção nesta que é uma das principais vias da cidade e que tem melhorado intensamente a trafegabilidade do local.

“É uma avenida integradora dessa região populosa da cidade e que recebeu investimento de aproximadamente R$30 milhões, que resultaram na implantação da maior ciclovia linear contínua do país, com 14km de extensão, além de nova pavimentação, iluminação e solução de nove pontos críticos de tráfego. Agora a população terá uma Suburbana mais segura, além de chegar mais rápido ao Centro da cidade”, salientou o prefeito ACM Neto.

Investimento e ciclovia

Com investimento de R$ 29 milhões, as obras na nova Suburbana foram realizadas pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec), por meio da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop). A medida beneficiará 190 ônibus e cinco mil carros que circulam por hora na Avenida Suburbana, de acordo com a Semob.

Com duração de 10 meses, a intervenção traz como um dos destaques a maior ciclovia linear do Brasil, com 14 km de extensão e 1m de largura em cada sentido. O espaço para ciclistas está disposto dos dois lados da via e pode ser utilizado tanto para quem vai em direção ao bairro de Paripe, quanto para quem se destina ao bairro do Uruguai. O projeto contemplou um modelo segregado da pista de rolamento por mureta de concreto situada nas extremidades e que amplia a segurança, evitando o canteiro central, com medidas de 90 centímetros a 1,8 m de largura, a depender da capacidade da geometria viária de cada trecho.

Assim como as demais obras, o projeto foi desenvolvido obedecendo rigorosamente às normas e padrões técnicos das entidades brasileiras de trânsito, afastando riscos à segurança dos ciclistas. Mesmo antes da inauguração, os trechos já finalizados da ciclovia há seis meses estão sendo largamente utilizados, sem qualquer acidente registrado até o momento.

Foi realizada ainda a redistribuição da largura da faixa de trânsito, que terá duas pistas com 3,20m de largura. No total, foram necessários 2.346 toneladas de asfalto coordenados pela Semob/Transalvador e mais 36,6 toneladas sob a supervisão da Sindec/Sucop para pavimentar a Avenida Suburbana.

Integram o conjunto de intervenções o serviço de requalificação do pavimento, sinalização horizontal e vertical, drenagem, passeios, ciclovias, relocação de equipamentos urbanos, paisagismos e pintura do canteiro central com recuperação do concreto em vários trechos, além da pintura do meio fio. Para receber as novas estruturas, foram retirados 14 mil m² de asfalto e 26 mil m² de meio fio.

Outras intervenções

Entre as alterações para tentar reduzir o número de acidentes de trânsito está a instalação de 11 faixas elevadas em cada sentido da via, para dar suporte aos 18 equipamentos de fiscalização eletrônica com radar instalado no ano passado. Estas medidas obrigam os condutores dos veículos a reduzir a velocidade na avenida, diminuindo as chances de acidente. No início da gestão, em 2013, foram registrados 23 óbitos no trânsito da Suburbana, nos anos seguintes, devido às diversas intervenções houve uma redução no número de acidentes para 17, em 2015.

Diversos equipamentos de lazer foram instalados ao longo da Avenida Suburbana nas áreas do Uruguai, Lobato e Paripe. Entre eles um espaço montado para a prática de atividade física na rótula de Paripe. No espaço os moradores terão acesso a uma academia de saúde e musculação, já as crianças poderão ser divertir no espaço infantil e no parquinho. Além disso, a área conta com paisagismo, iluminação cênica e comunicação visual. Entre os bairros que também foram beneficiados com a reforma/construção de novas praças está o Lobato, que recebeu cinco novos espaços. Outros três foram implantados em São Brás (Plataforma), um em Periperi, um em Plataforma, um em São João do Cabrito e dois em Mirantes de Periperi.

Melhoria na Mobilidade

Além da infraestrutura, a Avenida Suburbana também passou por intervenções viárias que melhoraram a mobilidade, sendo que duas delas eram consideradas problemas históricos na região. Um desses pontos era o Largo do Luso, em Plataforma, que passou por mudança no retorno para veículos, transferidos para o trecho em frente ao Parque São Bartolomeu e no Posto Gameleira.

Outro ponto crítico foi solucionado em Paripe, com a mudança da localização do ponto de ônibus e nova geometria da rotatória do bairro. Além disso, foram instaladas baias para ônibus, novas rotatórias, retornos e mudanças no traçado de vias em locais como o Parque São Bartolomeu, Largo do Luso, Posto Gameleira, UPA de Escada, Bela Vista do Lobato, Baixa do Fiscal e Paripe.

Iluminação

Antes do início das obras, a Avenida Suburbana havia sido contemplada com a nova iluminação em LED, que está sendo implantada nos principais pontos da cidade. Por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), o investimento foi de R$2,3 milhões e foram colocadas 660 novas lâmpadas em 330 postes nos 14 quilômetros da avenida.

Confira vídeo com imagens aéreas

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br