Prefeitura de Salvador inaugura Avenida 2 de Julho

Avenida 2 de Julho, em Salvador, liga Bairro Cajazeiras a BR-324.

Avenida 2 de Julho, em Salvador, liga Bairro Cajazeiras a BR-324.

A Avenida 2 de Julho, nova via de ligação entre os bairros de Cajazeiras, Águas Claras e Valéria com a BR-324, foi entregue pelo prefeito ACM Neto à população nesta quinta-feira (30/06/2016), ás 16h.

O Requerimento (2.932/13) para a execução desta obra; que é um marco para a mobilidade urbana em Salvador; é de autoria de Leo Prates; que tem entre as prioridades do seu mandato a melhoria da qualidade de vida da população de Cajazeiras.

“Mais uma obra da Prefeitura, que vai beneficiar mais de 1 milhão de pessoas. Estamos trabalhando juntos por uma nova Salvador. Essa obra de mobilidade da Prefeitura vai desafogar o trânsito na região e diminuir o tempo de deslocamento para diversos pontos da cidade.”, afirmou Prates.

A solenidade ocorreu na rotatória de Cajazeiras XI. A obra, uma das maiores da área de mobilidade, foi conduzida pela Secretaria Municipal da Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec).

Com investimento de aproximadamente R$ 60 milhões, esta é a maior intervenção viária realizada pela Prefeitura da capital baiana e, além de desafogar o trânsito nestes locais, vai reduzir o tempo final de viagem até a região central de 50 para 10 minutos. A nova via é composta por duas pistas com 7,2 km de extensão nos sentidos de ida e volta, sendo intercaladas por duas rotatórias e dois viadutos com 30 metros de extensão – entrada e saída – dispostos sobre a avenida, garantindo o acesso direto ao bairro de Valéria e permitindo o desafogo do trafego na localidade e nas comunidades adjacentes.

Também integra a intervenção a construção de passeios, bueiros nos dois lados da via, dez baias para ônibus e canteiro central. A avenida teve cerca de 2200 plantas inseridas ao longo de sua extensão, bem como no canteiro central. Por ser um local isolado das áreas de habitação mais intensa, a região onde foi construída a avenida possui pouquíssimas moradias e, por conta disso, o número de desapropriações foi baixo. As intervenções contaram com a colaboração de mais de cem trabalhadores, entre técnicos, engenheiros, projetistas e operários.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br