Na Bahia, presidente afastada Dilma Rousseff reafirma que impeachment é tentativa de barrar Lava Jato

Deputado Daniel Almeida, governador Rui Costa e presidente Dilma Rousseff. Presidente diz que tentativa de tirá-la do poder é com a finalidade de parar investigação do Caso Lava Jato.

Deputado Daniel Almeida, governador Rui Costa e presidente Dilma Rousseff. Presidente diz que tentativa de tirá-la do poder é com a finalidade de parar investigação do Caso Lava Jato.

Presidenta Dilma Rousseff durante Visita ao Centro Pan-Americano de Judô em Lauro de Freitas.

Presidenta Dilma Rousseff durante Visita ao Centro Pan-Americano de Judô em Lauro de Freitas.

No segundo dia de visita à Bahia, a presidenta afastada Dilma Rousseff voltou a dizer hoje (17/06/2016) que o presidente interino Michel Temer, com esse programa de governo, não seria eleito nas urnas. Para ela, o processo de impeachment que enfrenta é uma tentativa da oposição de barrar as investigações da Lava Jato.

“Acredito que esse processo de impeachment é um golpe”, destacou. “Temos duas situações [que teriam motivado o impeachment]: fim das investigações sobre corrupção e aplicar, no Brasil, um plano e um programa de governo que não passou pelas urnas e, justamente, porque não passou pelas urnas, eles só podem aplicar utilizando esse mecanismo que é um impeachment fraudulento e golpista”, acrescentou.

A declaração foi feita durante uma visita ao Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. Segundo o governo estadual, o espaço é o maior das Américas e vai receber a seleção cubana de judô, entre 22 de julho e 5 de agosto, para preparação aos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Em visita ao centro, Dilma Rousseff destacou a importância do esporte para a inclusão de crianças e adolescentes.

“Quando você vê esse avanço do judô e os meninos treinando, você percebe que o Brasil precisa de esportes e precisa ter condições de formar professores”, disse. “O esporte permite que as crianças sejam incluídas”, completou.

A presidenta foi perguntada sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de negar habeas corpus de pedidos de cidadãos para anular o processo de impeachment. Dilma negou ter conhecimento da decisão, mas se disse confiante de que a Corte se posicionará no momento certo. “Estamos ainda na fase preliminar do julgamento do impeachment, [quando estão] sendo apresentadas testemunhas, perícias e, a partir de agora, é que o julgamento começa, propriamente. É necessário que ele [processo] transcorra para que o Supremo se posicione e eu acredito que ele vai se posicionar diante de outras interrogações por parte da defesa, no nosso caso”, ressaltou.

Delações e vazamentos

Em relação às delações premiadas que ocorrem durante investigações de suspeitas de corrupção, Dilma disse que são legítimas, mas negou ser a favor de “vazamentos seletivos”. “Acredito que as delações fazem parte desse processo, porque foram aprovadas por uma lei de 2013. Não concordo com vazamentos seletivos, não concordo com o uso da investigação de forma parcial. Agora, sou a favor do processo e da investigação e acho que quem deve tem de prestar contas à justiça.”

Ontem (16), no início da visita à Bahia, Dilma recebeu o título de cidadã baiana, na Assembleia Legislativa do estado, onde também foi recebida por mulheres que a apoiam. Após a visita de hoje ao Centro de judô, a presidenta afastada seguiu para o Recife, onde participa de outro ato de mulheres em sua defesa.

Outras publicações

Eleições 2014 – Bahia: Paulo Souto participa da missa em memória ao ex-senador Antônio Carlos Magalhães Cena do funeral do ex-senador Antônio Carlos Peixoto de Magalhães, ocorrido em 21 de julho de 2007. “Antonio Carlos Magalhães nos ensinou a fazer da...
Eleições 2014 – Bahia | Marcelino Galo diz que grampo em gabinete parlamentar é caso de polícia Campanha de Marcelino Galo identificou imagem de homem que fez grampo e gravação ilegal em comitê de campanha. Alvo de uma armação a fim de atingir ...
Deputados discutem situação da Petrobras na Bahia com governador Rui Costa Deputado Joseildo Ramos defende manutenção dos investimentos da Petrobras na Bahia. Os deputados estaduais Joseildo Ramos (PT), Rosemberg Pinto (PT)...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br