Intervenções em mobilidade representam as principais obras de Salvador no século XXI, pontua senadora Lídice da Mata

Vista aérea da Avenida Orlando Gomes, em Salvador.

Vista aérea da Avenida Orlando Gomes, em Salvador.

Governador Rui Costa inaugura a Nova Avenida Orlando Gomes, em Salvador.

Governador Rui Costa inaugura a Nova Avenida Orlando Gomes, em Salvador.

'Viva a Bahia, um dia de lazer' marca inauguração da Nova Avenida Orlando, em Salvador.

‘Viva a Bahia, um dia de lazer’ marca inauguração da Nova Avenida Orlando, em Salvador.

Presente na manhã deste domingo (05/06/2016), na inauguração do novo conjunto viário da avenida Orlando Gomes, que liga a orla marítima de Salvador à avenida Paralela e que, em breve, fará uma junção entre as orlas Atlântica e da Baía de Todos-os-Santos (Subúrbio), a senadora Lídice da Mata (PSB), destacou a importância da avenida para a mobilidade urbana da cidade.

Segundo a parlamentar baiana, “essa é uma obra de integração social e, somada às outras intervenções feitas pelo Governo do Estado, nas gestões de Rui e Wagner, à exemplo dos sistemas viários do Aeroporto, Rótula do Abacaxi, Via Expressa e Imbuí representam o mais importante conjunto de obras que a cidade recebeu no século XXI”.

Lídice disse ainda que as obras da Orlando Gomes são importantes também, pois fazem a integração com o metrô. “Se há uma área da cidade, que é muito desconhecida e sofrida é o miolo de Salvador e hoje, após essas intervenções, esse miolo se integrará com o restante da cidade”, disse.

Sobre a obra

O projeto da nova Orlando Gomes integra a chamada Linha Vermelha, iniciativa do Governo do Estado para reduzir pontos de congestionamento na cidade. A obra inaugurada neste domingo teve investimentos de R$ 160 milhões e representa uma etapa dos 12 quilômetros que serão completados com a construção da Avenida 29 de Março, que já está com obras em andamento. Quando for concluída, a 29 de Março vai possibilitar o tráfego do Subúrbio Ferroviário à orla, passando pelo bairro de Águas Claras, o que reduz distâncias e cria novas opções de tráfego para os motoristas.

Além da Linha Vermelha, a Linha Azul também faz parte das intervenções de mobilidade que o Governo do Estado tem realizado em Salvador. A segunda via liga os bairros de Patamares e Lobato através da duplicação das avenidas Pinto de Aguiar (concluída em 2014) e Gal Costa, além da implantação da via de ligação Pirajá-Lobato, com obras já em andamento. O investimento nas duas obras estruturantes é de R$ 1,3 bilhão, com apoio do governo federal e do Ministério das Cidades, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2 Mobilidade).

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br