Governo quer demitir 311 trabalhadores da Cerb e pode inviabilizar empresa, denuncia Sindae

Governo quer demitir 311 trabalhadores da Cerb, denuncia Sindae.

Governo quer demitir 311 trabalhadores da Cerb, denuncia Sindae.

O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (Sindae) diz que o governo do estado decidiu afastar todos os 311 trabalhadores aposentados da Companhia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), num prazo de seis meses. O sindicato avalia que a ação inviabiliza o funcionamento da única empresa que faz saneamento rural no estado (abre poços artesianos, constrói sistemas de água e opera barragens). Para essa semana está previsto o afastamento de 15 empregados, sendo que outros 27 já foram demitidos nos últimos dias.

A demissão em massa desses empregados é uma contradição do governo, afirma o Sindae. A entidade diz que com o desligamento desse contingente de profissionais, só restariam 191 trabalhadores do quadro próprio, quantidade insuficiente para executar as obras previstas e que já têm R$ 697 milhões assegurados, grande parte de recursos de financiamentos internacionais e dos ministérios das Cidades e da Integração Nacional.

Ainda de acordo com o Sindicato, entre os aposentados estão pessoas de grande qualificação técnica, a exemplo de engenheiros e geólogos, detentores de um conhecimento especializado que fará muita falta à empresa, até porque dos 191 empregados restantes, 143 são novatos que ingressaram mediante concurso realizado em 2014. Sustenta, ainda, que as demissões vão causar graves prejuízos às obras que precisam ser executadas no semiárido, região severamente castigada pela seca, uma das piores das últimas décadas.

Outra contradição citada pela entidade é que, para demitir, o governo sustenta a necessidade de equilibrar as contas, mas toda a semana a Cerb recebe uma leva de pessoas para cargos comissionados, os chamados apadrinhados políticos. Já são 150 comissionados numa empresa que tem, ainda, 502 trabalhadores terceirizados ilegalmente, e que são alvo de inquérito do Ministério Público do Trabalho.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br