Empreendedorismo aumenta no interior da Bahia

Empreendedorismo aumenta.

Empreendedorismo aumenta.

Um dos principais efeitos da crise econômica é o aumento no número de pessoas que trabalham por conta própria. Nos três primeiros meses de 2014, o número chegava a 20,9 milhões. No mesmo período de 2015, passou para 21,7 milhões. Este ano, já ultrapassou os 23 milhões, segundo o IBGE.

Levantamento feito pelo Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) mostrou que 35% das matrículas realizadas no interior da Bahia em 2016 foram feitas em cursos de áreas ligadas ao empreendedorismo, como Administração e Ciências Contábeis.

“É interessante notar o papel que a educação a distância pode ter em momentos como esse que vivemos no Brasil. Essa modalidade oferece opções mais econômicas do que os cursos presenciais e ainda permite que os alunos-empreendedores possam adequar os estudos com a mesma qualidade, à sua rotina”, avalia Guilherme Marback, reitor da instituição.

Das 25 cidades com polos de educação a distância da Unijorge, 22 registraram inscritos no curso de Administração e 20 tiveram inscritos no curso de Ciências Contábeis.

“Esses cursos também ajudam a expandir o número de profissionais com ensino superior nas cidades do interior. Serão pessoas que atuarão no comércio local, apoiando empreendimentos próprios, de familiares ou da comunidade onde vivem”, completa Marback.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]