Cidadão relata degradante situação das calçadas de Feira de Santana

Calçada em frente a Receita Federal, na Avenida Getúlio Vargas. Cidadão critica falta de manutenção das calçadas de Feira de Santana.

Calçada em frente a Receita Federal, na Avenida Getúlio Vargas. Cidadão critica falta de manutenção das calçadas de Feira de Santana.

José Carlos Alves Sampaio encaminhou ao Jornal Grande Bahia, na segunda-feira (13/06/2016), relato sobre a degradante situação em que se encontram algumas das calçadas da cidade de Feira de Santana. No relato, o cidadão lamenta a ultrajante falta de conservação das calçadas.

Confira o comentário de José Carlos Sampaio

Infelizmente Feira de Santana não tem quase nenhuma calçada decente. Calçadas sem buracos.

Utilizo a calçada em frente a Receita Federal. Além de buracos, tem até valeta. A calçada está a 200 metros da sede da prefeitura.

Utilizo o ponto de ônibus localizado na Av. Getúlio Vargas, ao lado oposto a Igreja Universal entre as ruas Juraci Magalhães (Ponto do Zequinha) e a Av. João Durval Carneiro (viaduto da Av. Getúlio Vargas). Para chegar ate este ponto de ônibus tem-se que atravessar várias valetas e buracos. O próprio ponto de ônibus é dentro de um buraco. Em frente ao ponto existe uma valeta, entre o asfalto e o meio fio. Quando chove, fica cheio d’água que é jogada pelos próprios ônibus nos passageiros.

Vejo diariamente pessoas com muletas e bengalas se machucarem neste ponto. Ele fica na proximidade do hospital HTO, onde pessoas atendidas com problemas ortopédicos utilizam o ponto do ônibus.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).