Vereadora defende projeto que presença de bombeiros civis em hipermercados de Feira de Santana

Cíntia Machado pede apoio para aprovação de projeto que obriga presença de bombeiros civis em hipermercados.

Cíntia Machado pede apoio para aprovação de projeto que obriga presença de bombeiros civis em hipermercados.

Durante pronunciamento nesta segunda-feira (16/05/2016), na tribuna da Casa da Cidadania, a vereadora Cíntia Machado (PMB) pediu apoio aos seus pares para aprovação do projeto de lei, de sua autoria, de nº 32/2016, que dispõe sobre a obrigatoriedade de bombeiro civil em shoppings, hipermercados, lojas de departamento, universidades e casas de shows.

“Isso é pensando nos primeiros socorros das pessoas. Acontecem muitas vezes pequenos incêndios que podem ser evitados maiores danos, como já aconteceram em lojas de alimentação e que foram contornados pela presença do bombeiro civil”, argumentou.

Cíntia informou que locais como o Shopping Boulevard já têm a presença deste profissional. “O shopping, por exemplo, tem um bombeiro civil de plantão 24 horas. Locais onde há aglomeração de pessoas se tiverem esses primeiros socorros poderão salvar vidas”, salientou.

Para a edil, é imprescindível também a presença de um bombeiro civil para contenção de um princípio de incêndio numa casa de show, por exemplo. “Uma casa de show com 5 mil pessoas, se não tem um bombeiro civil, até que o Corpo de Bombeiros chegue. Isso não quer dizer que na casa de show terá que ter um bombeiro 24 horas, mas no dia do show vai ter que existir o bombeiro civil. Acredito que o projeto é uma evolução para nossa cidade, já é lei em Salvador, é lei nas grandes cidades”, destacou.

Na oportunidade, Cíntia Machado citou um incêndio ocorrido em uma loja de flores há alguns meses, nas imediações do Feiraguai.  “Outro dia tivemos um incêndio no Feiraguai, que quase tomou as lojas vizinhas. Se tivesse talvez um bombeiro civil presente, não teria acontecido a expansão do fogo”, avalia.

A vereadora disse que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) deu parecer contrário ao projeto supracitado, mas irá rever a decisão. “O parecer foi contrário, a CCJ entendeu que estou legislando sobre direito do trabalho, mas em momento nenhum estou legislando sobre direito do trabalho, não estou dizendo como devem ser contratados, mas apenas que façam parte do quadro, para que saibamos que a comunidade está mais segura”, pontuou.

Cíntia pediu o apoio dos seus pares para aprovação da matéria. “Quero ter o apoio dos colegas, agradecer a comissão, o vereador Justiniano se mostrou solicito e vamos discutir, para que possamos aprovar o projeto. O vereador Welligton Andrade também vai colocar uma emenda na segunda discussão. Tudo que vier dos colegas para melhorar será bem vindo”, ressaltou.

Situação da saúde

Mudando de foco, a edil comentou a situação da saúde pública em Feira de Santana, assunto que foi trazido pelo vereador Isaías de Diogo (PSC). Cíntia defende a união de todas as esferas de governo, para resolver o problema do setor. “Os órgãos municipais e estaduais deveriam se unir, pois quem sofre é o povo”, afirmou.

Em aparte, o vereador José Carneiro (PSDB) se pronunciou sobre o assunto.  “Concordo em parte com o que foi dito pelo vereador Isaías, pelas vereadoras Cíntia Machado e Gerusa, mas acredito que o diretor, os funcionários e médicos não podem ser responsabilizados. É o Governo do Estado que se comprometeu em construir um novo hospital. Temos que atribuir exclusivamente a falta de compromisso com esta cidade, que sempre é deixada em segundo plano”, pontuou.

Novamente com o uso da palavra, Cíntia fez questão de ressaltar que não quer atribuir culpa. “Não estou tentando culpar o Governo Federal nem Estadual ou Municipal, acho que os três têm responsabilidade, porque tem que ter compromisso com a população, tem que tentar resolver o problema”, disse a vereadora, afirmando que é difícil uma família precisar ir à Justiça para conseguir uma vaga numa unidade de saúde.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br