Vereador condena manifestação da APLB na rede municipal de Feira de Santana

José da Costa Correia Filho (Correia Zezito): “Não vamos concordar. Se parar a educação municipal, não vou mais apoiar, porque vai prejudicar os alunos no final do ano”.

José da Costa Correia Filho (Correia Zezito): “Não vamos concordar. Se parar a educação municipal, não vou mais apoiar, porque vai prejudicar os alunos no final do ano”.

O anúncio de uma nova manifestação dos professores da rede municipal de ensino, com indicativo de paralisação, foi questionado com veemência pelo vereador Correia Zezito (PSL), na sessão desta segunda-feira (09/05/2016). Ele disse que a APLB está divulgando um movimento para amanhã, na Praça de Alimentação e que o cunho é político, pois não existe pauta de discussão.

Correia Zezito contou que ouviu a declaração de uma mãe de que se houver paralisação não terá onde deixar os filhos para ir trabalhar. “Foi feito um acordo e agora querem parar novamente. O acordo está sendo cumprido ou não? A comunidade é contra”, adiantou o vereador, apelando para o compromisso dos professores. “É um movimento sem pauta, político, apenas contra o governo”, afirmou.

Destacando que o sindicato está fazendo a sua parte, Correia Zezito disse não questionar a entidade, mas sim a postura de cada professor. “Não vamos concordar. Se parar a educação municipal, não vou mais apoiar, porque vai prejudicar os alunos no final do ano”, avisou. Ele encerrou o pronunciamento sugerindo aos professores que não sigam a determinação da APLB.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br