Supremo Tribunal Federal abre sexto inquérito contra senador Fernando Collor

Senador Fernando Collor de Mello responde por mais um inquérito decorrente de possíveis atos de corrupção no Caso Lava Jato.

Senador Fernando Collor de Mello responde por mais um inquérito decorrente de possíveis atos de corrupção no Caso Lava Jato.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavaski abriu na sexta-feira (13/05/2016) inquérito para investigar o senador Fernando Collor (PTC-AL) por crimes praticados por funcionários públicos contra a administração e corrupção passiva.

O inquérito foi aberto no âmbito da Operação Lava Jato. Zavaski atendeu pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, feito em abril. O pedido de Janot e o inquérito correm em segredo de Justiça.

O senador já é investigado na Lava Jato, sendo este o sexto inquérito aberto contra ele no contexto da operação. Em julho de 2015, o ex-presidente da República teve quatro carros de luxo apreendidos de sua residência particular, mais conhecida como “Casa da Dinda”. Os veículos foram restituídos em outubro a Collor.

A apreensão dos carros foi requerida por Rodrigo Janot. O procurador acusa Collor de receber cerca de R$ 26 milhões de propina em contratos da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras.

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br