Sarau da Imprensa debate preservação do conjunto histórico, cultural e urbanístico do Centro Histórico de Salvador

Cartaz da 5º Edição do Sarau da Imprensa. Evento conta com a participação de especialistas e atração musical de Ubiratan Marques & Asé Ensemble.

Cartaz da 5º Edição do Sarau da Imprensa. Evento conta com a participação de especialistas e atração musical de Ubiratan Marques & Asé Ensemble.

A penúltima edição do Sarau da Imprensa vai discutir o que tem sido feito pela manutenção e preservação do conjunto histórico, cultural e urbanístico do Centro Histórico de Salvador. Com o tema Arquitetura, Urbanismo, Centro Histórico: o Real Des-visto, o evento terá a participação do superintendente regional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Fernando Ornelas, a arquiteta Iara Sydenstricker, e a jornalista especializada em patrimônio material e imaterial, Mary Weinstein. O encontro será nesta quinta-feira (19/05/2016), às 19h, na Associação Bahiana de Imprensa (ABI) e terá atração musical de Ubiratan Marques & Asé Ensemble. A entrada é gratuita!

Para o mediador do projeto, o jornalista Ernesto Marques, Salvador viveu grandes transformações na sua estrutura arquitetônica e urbanística nas últimas décadas, sobretudo após a implantação do Polo Petroquímico de Camaçari e a construção do Centro Administrativo da Bahia. “Essas mudanças ganham contornos específicos quando a cidade é observada a partir do Centro Histórico. Nem o tombamento pelo Iphan e o reconhecimento pela Unesco, como Patrimônio Histórico da Humanidade desde 1984, evitaram a degradação. A demolição de imóveis na área, sob o argumento do risco de desabamento, é recorrente e nos serve de alerta”.

Doutora em Cultura e Sociedade e coordenadora do projeto de pesquisa em Jornalismo, Cidade e Patrimônio Cultural, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), a jornalista Mary Weinstein avalia que, quando falamos em preservação do patrimônio histórico das cidades, o mundo está indo para um lado e o Brasil para outro. “Há vários exemplos de cidades que construíram seu futuro sem destruir o passado. Por incrível que pareça, geralmente, o tempo destrói menos que as deliberações de governos, que se mostram ignorantes, ou displicentes, ou negligentes. Eles decidem modificar uma memória, uma história, sem se preocupar com o passado do lugar”, lamenta.

Atração musical

Para o encerramento da quinta edição do Sarau da Imprensa, teremos a apresentação de Ubiratan Marques & Asé Ensemble, projeto que tem como base elementos da cultura afrobrasileira. O repertório conta com músicas como Yemanjá, Luiz, Ibeji, e as inéditas Lodô Inã e Orin Ori, compostas em parceria com Mateus Aleluia especialmente para o projeto. O projeto já realizou apresentações no Concerto nas Igrejas e em espaços como Ordem Terceira do São Francisco, São Pedro dos Clérigos e Igreja do Rosário dos Pretos, além do Museu da Misericórdia.

Projeto

O Sarau da Imprensa prossegue até o mês de junho, sendo um encontro por mês, sempre às quintas-feiras, a partir das 19 horas. Para abordar temas contemporâneos, o projeto sempre trará a participação de especialistas, além de apresentações artísticas que dialogam com cada tema proposto. O projeto conta com apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Podem participar estudantes, profissionais liberais, classe artística, jornalistas, comunicólogos, intelectuais, formadores de opinião e demais interessados.

Agenda

O Que: Arquitetura, Urbanismo e Centro Histórico serão temas do Sarau da Imprensa;

Quando: dia 19 de maio de 2016, às 19 horas;

Onde: Sede da Associação Bahiana de Imprensa – ABI (rua Guedes Brito, nº 1, edifício Ranulfo Oliveira, 8º andar,  no Centro Histórico de Salvador);

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br