Salvador dicute os efeitos do PDDU no patrimônio histórico e cultural da cidade

Cartaz da Audiência Pública do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU).

Cartaz da Audiência Pública do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU).

Os impactos do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) no Centro Histórico de Salvador e na sua produção cultural serão temas de Audiência Pública no Espaço Itaú de Cinema – Glauber Roch, em Salvadora. Promovido pela Frente Parlamentar e Popular Mista em Defesa da Cultura, o evento ocorreu no dia 29 de abril de 2016.

“Os impactos do PDDU não incidem somente na questão urbana, mas também naquelas que dão vida à cidade: as pessoas e seu trabalho cultural. Por isso, é importante discutirmos junto com moradores, gestores, artistas e demais cidadãos e cidadãs qual o modelo de PDDU queremos para o Centro Histórico de Salvador e para a área da cultura’, afirma a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), presidente da Frente Parlamentar.

Foram convidados para o debate o vice-presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia, Raul Nobre Martins; o vereador Leo Prates; a presidente da Associação de Moradores e Amigos do Centro Histórico (Amach), Gessilda Melo; o secretário municipal da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), Érico Pina Mendonça Júnior; o vereador Arnaldo Lessa; o diretor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, João Carlos Cruz de Oliveira e o gestor da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br