Rodoviários de Feira de Santana apresentam indicativo de greve

Rodoviários de Feira de Santana durante assembleia.

Rodoviários de Feira de Santana durante assembleia.

Em assembléia realizada na tarde desta quarta-feira (18/05/2016) os rodoviários da cidade de Feira de Santana aprovaram o estado de greve. Com a decisão da maioria, caso não haja avanços em negociações com as empresas responsáveis pelo transporte público no município, a categoria pode efetivamente entrar em greve por tempo indeterminado. Uma nova reunião com a classe patronal será realizada nesta quinta-feira (19).

“Este é o período adotado pela maioria das empresas para se discutir campanha salarial. O Sintrafs encaminhou à classe patronal no mês de março uma pauta com as reivindicações da categoria. Já estamos em maio e ainda não obtivemos um retorno com resultados práticos. Hoje, apresentamos a situação aos companheiros e se na reunião marcada para amanhã (19) nada for conquistado, nós poderemos decretar uma greve”, explicou o vice-presidente da entidade, José de Souza.

Segundo o vereador Alberto Nery que também é o presidente do sindicato, as reivindicações são justas. “Estamos reivindicando um reajuste compatível com o da inflação. Direito ao plano de saúde familiar, reposição de hora extra a 100%, também fazem parte  da pauta. As novas empresas ainda não pagaram férias, quinquênio e já alegam dificuldades. Não podemos ser penalizados por falhas da administração pública, que não combate o transporte clandestino, o que  diminui o fluxo de passageiros nos ônibus. Só queremos assegurar o direito do trabalhador, que tem sofrido muito nos últimos meses”, explicou Nery.

Ainda de acordo com o presidente, decretar uma greve é a última alternativa do sindicato. “Uma greve causa muitos transtornos para a cidade e não é o nosso objetivo deflagrá-la. Mas não podemos perder de vista a garantia do direito do trabalhador. Por isso, esperamos que as empresas apresentem propostas positivas, que atendam as necessidade da classe, para que haja um entendimento e tudo se resolva da melhor maneira possível. Não é justo que o trabalhador seja prejudicado, muito menos a comunidade. Vamos torcer para que tudo seja solucionado nesta quinta-feira (19)”, finalizou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br