Programa ‘Cabra Produtiva’ é lançado durante Expovale, em Juazeiro

Programa Cabra Produtiva é lançado durante Expovale, em Juazeiro.

Programa Cabra Produtiva é lançado durante Expovale, em Juazeiro.

Foi lançado oficialmente nesta terça-feira (17/05/2016), o Programa “Cabra Produtiva, Rota do Leite”, durante a abertura da décima edição da Exposição de Caprinos e Ovinos do Vale do São Francisco (EXPOVALE), um dos maiores encontros de criadores de caprinos e ovinos do Nordeste, que acontece em Juazeiro. Idealizado pela Secretaria da Agricultura do Estado (SEAGRI), o programa vai organizar e profissionalizar a caprinocultura de leite no Estado, promovendo a inclusão dos pequenos e médios produtores e fomentando a agregação de valor ao produto através da agroindustrialização, com produção especializada de queijos finos de leite de cabra.

“É fundamental apoiar e participar de eventos como a EXPOVALE, dada a importância que a caprinocultura tem para a economia regional. A exposição ganha um sentido especial, com o lançamento do Programa Cabra Produtiva, gestado na Seagri, com o objetivo de estruturar e estimular o segmento”, afirmou o secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, destacando que “o programa vai realizar quatro torneios leiteiros de caprinos e ovinos, e o primeiro deles acontece na Expovale. Os próximos acontecem no município de Uauá, Senhor do Bonfim e a grande final acontece este ano, na Fenagro, em Salvador. Os torneios, além de divulgar a atividade, promovem a troca de informações entre os produtores de todo Estado, e trazem novas tecnologias para melhoria genética do rebanho.”

O prefeito de Juazeiro, Isaac Cavalcante de Carvalho, chama atenção para importância do programa para a região. “Esta é uma região estratégica para efetivação do Cabra Produtiva, já que Juazeiro possui um dos maiores rebanhos do nordeste. Cerca de 90% do rebanho caprino e ovino do Estado está na nossa região norte,e a exposição é uma demonstração disso. A Expovale é um momento de promoção e comercialização da qualidade genética da caprinocultura da região”, disse.

A caprinovinocultura movimenta no Vale do São Francisco, mais de R$ 228 milhões durante o ano, gerando emprego e renda para as famílias e movimentando a economia local. Dentre os estados do Nordeste, a Bahia é o que possui o maior rebanho de caprinos, cerca de 4,1 milhões de cabeças, o equivalente a 42,2% do total nordestino e 39% do efetivo nacional.

Noite de degustação de queijos finos

Os primeiros queijos finos de cabra, produzidos no âmbito do Programa Cabra Produtiva, conforme as normas sanitárias exigidas pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), foram degustados em noite de queijos e vinhos, bebidas fabricadas no Vale do São Francisco. O evento aconteceu após a abertura da Expovale. Utilizando tecnologia francesa, os queijos foram produzidos em duas etapas, em cursos de capacitação ministrado pela médica veterinária, Maria Helena, consultora do Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), especialista em qualidade de leite e derivados, no Laticínio Bom Sabor, em Juazeiro.

“Os queijos foram fabricados no laticínio certificado pela Adab, devidamente embalados, e levam o selo Meu Sertão. Temos assim o fortalecimento da parceria entre pequeno produtor e indústria, para colocar no mercado produto de alto valor agregado. Esta iniciativa vai estruturar a cadeia leiteira e oferecer ao produtor a perspectiva de aumento de sua renda, com possibilidade de permanecer na sua terra, exercendo sua atividade”, finalizou Bonfim.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br