Presidente Michel Temer divulga lista oficial de ministros

Michel Temer recebe notificação de posse como presidente interino encaminhada pelo Senado.

Michel Temer recebe notificação de posse como presidente interino encaminhada pelo Senado.

O presidente interino Michel Temer já escolheu sua equipe de governo. No total, serão 22 ministérios, segundo divulgou a assessoria de imprensa da Vice-Presidência. O Ministério da Cultura, por exemplo, será incorporado ao Ministério da Educação.

Lista dos novos ministros

– Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

– Raul Jungmann, ministro da Defesa

– Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

– Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo

– Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional

– Bruno Araújo, ministro das Cidades

– Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

– Henrique Meirelles, ministro da Fazenda

– Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura

– Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil

– Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário

– Leonardo Picciani, ministro do Esporte

– Ricardo Barros, ministro da Saúde

– José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente

– Henrique Alves, ministro do Turismo

– José Serra, ministro das Relações Exteriores

– Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho

– Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania

– Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil

– Marcos Pereira, ministério da Indústria e Comércio

– Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)

– Fábio Osório Medina, AGU

Firjan manifesta apoio ao novo governo Michel Temer

Em nota divulgada no início da manhã de hoje (12/05/2016), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) manifestou apoio à decisão do Senado Federal de instauração do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff’, que considera “mais um exemplo da força da democracia brasileira”, e também ao novo governo.

A Firjan acredita que o diálogo, “há tanto tempo ausente do comando da nação”, estará de volta com Michel Temer. ”Agora terá início um novo governo. Um novo Brasil, que deve estar unido na busca pela superação da crise e da retomada do crescimento”, indica a entidade.

A expectativa da Firjan é que o Congresso Nacional seja convocado a dar sua contribuição para o futuro do país, por meio da aprovação de “reformas e projetos que recoloquem o Brasil no caminho do desenvolvimento econômico e social”. Nesse sentido, a nota destaca entre as reformas urgentes para a retomada do crescimento a “adoção de uma nova política fiscal, com a fixação de metas para a dívida pública, a reforma da Previdência, um amplo programa de venda de ativos públicos e a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do projeto que altera as regras para a exploração do pré-sal”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br